Proposta de roteiro para avaliação dos fatores ambientais de crianças e adolescentes sob a perspectiva da CIF

Autores

DOI:

https://doi.org/10.17267/2238-2704rpf.2022.e4732

Palavras-chave:

Meio Ambiente, Classificação Internacional de Funcionalidade, Incapacidade e Saúde, Criança, Fisioterapia

Resumo

INTRODUÇÃO: A Classificação Internacional de Funcionalidade, Incapacidade e Saúde (CIF) aponta que os fatores ambientais constituem o ambiente físico, social e atitudinal no qual as pessoas vivem e conduzem suas vidas, podendo atuar como facilitador ou barreira. Na área da fisioterapia neurofuncional da criança e do adolescente, o ambiente tem sido destacado como um importante componente no processo de avaliação, estabelecimento de metas e na escolha de intervenções voltadas para a participação social. OBJETIVO: Propor um roteiro de perguntas que envolvam os principais fatores ambientais relacionadas às crianças e adolescentes sob a perspectiva da CIF, visando nortear o profissional no processo de avaliação. METODOLOGIA: Estudo descritivo que envolveu a identificação das categorias da CIF mais apropriadas para os principais itens correspondentes a um roteiro de perguntas para avaliação de fatores do ambiente físico, atitudinal e social na área da Fisioterapia neurofuncional da criança e do adolescente. A construção do roteiro de perguntas para avaliação se deu em 5 fases. RESULTADOS: O roteiro proposto em formato de entrevista foi composto por 12 perguntas com 30 categorias que avaliam o ambiente físico, atitudinal e social na área neurofuncional da criança e do adolescente. A opção de resposta foi de acordo com os qualificadores e transportados para uma escala visual. CONCLUSÃO: A proposta do roteiro de avaliação dos fatores ambientais pode ajudar no processo investigatório sobre facilitadores e barreiras no ambiente da criança ou do adolescente.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

(1) Organização Mundial da Saúde (WHO). CIF: Classificação Internacional de Funcionalidade, Incapacidade e Saúde. São Paulo: Edusp; 2003.

(2) World Health Organization (WHO). International classification of functioning, disability and health: ICF [Internet]. Geneva: WHO; 2001. Available from: https://apps.who.int/iris/handle/10665/42407

(3) Talo SA, Rytökoski UM. BPS-ICF model, a tool to measure biopsychosocial functioning and disability within ICF concepts: theory and practice updated. Int J Rehabil Res. 2016;39(1):1-10. https://doi.org/10.1097/mrr.0000000000000151

(4) Organização Mundial da Saúde (WHO). Como usar a CIF: um manual prático para o uso da Classificação Internacional de Funcionalidade, Incapacidade e Saúde (CIF). Versão preliminar para discussão [Internet]. Genebra: OMS; 2013. Available from: https://portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br/biblioteca/como-usar-a-cif-um-manual-pratico-para-o-uso-da-classificacao-internacional-de-funcionalidade-incapacidade-e-saude-cif/#:~:text=O%20Manual%20Pr%C3%A1tico%20da%20CIF,que%20permanece%20a%20principal%20refer%C3%AAncia.

(5) Buchalla CM. A Classificação Internacional de Funcionalidade, Incapacidade e Saúde. Acta Fisiát. 2003;10(1):29-31. https://www.revistas.usp.br/actafisiatrica/article/view/102426

(6) Anaby D, Hand C, Bradley L, Direzze B, Forhan M, DiGiacomo A, et al. The effect of the environment on participation of children and youth with disabilities: a scoping review. Disabil Rehabil. 2013;35(19):1589-98. https://doi.org/10.3109/09638288.2012.748840

(7) Boland L, Graham ID, Légaré F, Lewis K, Julls J, Shephard A, et al. Barriers and facilitators of pediatric shared decision-making: a systematic review. Implement Sci. 2019;14(7). https://doi.org/10.1186/s13012-018-0851-5

(8) Longo E, Filho GGF, Regalado ICR. Uso da CIF no contexto da fisioterapia respiratória pediátrica. In: Martins JA, Schivinski CIS, Ribeiro SNS, organizators. Associação Brasileira de Fisioterapia Cardiorrespiratória e Fisioterapia em Terapia Intensiva. PROFISIO programa de Atualização em Fisioterapia Pediátrica e Neonatal: Cardiorrespiratória e Terapia Intensiva: Ciclo 7, Volume 1 [Internet]. Porto Alegre: Artmed Panamericana; 2018. p. 9-31. Available from: https://portal.secad.artmed.com.br/artigo/uso-da-cif-no-contexto-da-fisioterapia-respiratoria-pediatrica

(9) Di Nubila HBV, Buchalla CM. The role of WHO Classifications - ICD and ICF - on definitions of disability. Rev Bras Epidemiol. 2008;11(2):324–35. https://doi.org/10.1590/S1415-790X2008000200014

(10) Castanheda L, Guimarães F. Operacionalização da Classificação Internacional de Funcionalidade, Incapacidade e Saúde na prática do fisioterapeuta. In: Garcia CSNB, Facchinnet LD, organizators. Associação Brasileira de Fisioterapia Neurofuncional. PROFISIO Programa de Atualização em Fisioterapia Neurofuncional: Ciclo 5, Volume 3 [Internet]. Porto Alegre: Artmed Panamericana; 2018. p. 9-39. Available from: https://portal.secad.artmed.com.br/artigo/operacionalizacao-da-classificacao-internacional-de-funcionalidade-incapacidade-e-saude-na-pratica-do-fisioterapeuta

(11) Novak I, Mclntyre S, Morgan C, Campbell L, Dark L, Morton N, et al. A systematic review of interventions for children with cerebral palsy: state of the evidence. Dev Med Child Neurol. 2013;55(10):885-910. https://doi.org/10.1111/dmcn.12246

(12) Rosenbaum P, Gorter JW. The “F-words” in childhood disability: I swear this is how we should think!. Child Care Health Dev. 2012;38(4):457-63. https://doi.org/10.1111/j.1365-2214.2011.01338.x

(13) Palisano RJ. A collaborative model of service delivery for chidlren with movement disorders: a framework for evidence-based decision making. Phys Ther. 2006; 86(9):1295-305. https://doi.org/10.2522/ptj.20050348

(14) Lemos RA, Feitosa MB. Promoção da saúde: um desafio para a fisioterapia neurofuncional da criança e do adolescente. In: Faria CDCM, Leite HR, organizators. Associação Brasileira de Fisioterapia neurofuncional. PROFISIO Programa de Atualização em Fisioterapia Neurofuncional: Ciclo 7, Volume 2 [Internet]. Porto Alegre: Artmed Panamericana; 2020. p. 95-140. Available from: https://portal.secad.artmed.com.br/artigo/promocao-da-saude-um-desafio-para-a-fisioterapia-neurofuncional-da-crianca-e-do-adolescente

(15) Raizada RDS, Kishiyama MM. Effects of socioeconomic status on brain development, and how cognitive neuroscience may contribute to levelling the playing field. Front Hum Neurosci. 2010;4(3). https://doi.org/10.3389%2Fneuro.09.003.2010

(16) Van Eyken EBBD, Sá MRC. Avaliação fisioterapêutica neurofuncional da criança com síndrome congênita associada ao vírus Zika. In: Garcia CSNB, Facchinetti LD, organizators. Associação Brasileira de Fisioterapia Neurofuncional. PROFISIO Programa de Atualização em Fisioterapia Neurofuncional: Ciclo 5, Volume 1 [Internet]. Porto Alegre: Artmed Panamericana; 2017. p. 87-119. Available from: https://portal.secad.artmed.com.br/artigo/avaliacao-fisioterapeutica-neurofuncional-da-crianca-com-sindrome-congenita-associada-ao-virus-zika

(17) Camargos ACR, Ayupe KMA. Avaliação e planejamento de metas terapêuticas em fisioterapia neurofuncional para crianças e adolescentes. In: Faria CDCM, Leite HR, organizators. Associação Brasileira de Fisioterapia Neurofuncional. PROFISIO Programa de Atualização em Fisioterapia Neurofuncional: Ciclo 7, Volume 4 [Internet]. Porto Alegre: Artmed Panamericana; 2020. p. 65-115. Available from: https://portal.secad.artmed.com.br/artigo/avaliacao-e-planejamento-de-metas-terapeuticas-em-fisioterapia-neurofuncional-para-criancas-e-adolescentes

(18) Longo E, Badia M, Orgaz BM. Patterns and predictors of participation in leisure activities outside of school in children and adolescents with cerebral palsy. Res Dev Disabil. 2012;34(1):266-75. https://doi.org/10.1016/j.ridd.2012.08.017

(19) Sá MRC, Salles TRDS. A perspectiva da funcionalidade em crianças e adolescentes com disfunções neuromotoras: um olhar ampliado sobre as doenças desmielinizantes. In: Garcia CSNB, Facchinnetti LD, organizators. Associação Brasileira de Fisioterapia Neurofuncional. PROFISIO Programa de Atualização em Fisioterapia Neurofuncional: Ciclo 5, Volume 3 [Internet]. Porto Alegre: Artmed Panamericana; 2018. p. 107-46. Available from: https://portal.secad.artmed.com.br/artigo/a-perspectiva-da-funcionalidade-em-criancas-e-adolescentes-com-disfuncoes-neuromotoras-um-olhar-ampliado-sobre-as-doencas-desmielinizantes

(20) Gabbard C, Caçola P, Rodrigues LP. A New Inventory for Assessing Affordances in the Home Environment for Motor Development (AHEMD-SR). Early Childhood Educ J. 2008;36:5-9. https://doi.org/10.1007/s10643-008-0235-6

(21) Pantoja APP, Souza GS, Nunes EFC, Pontes LSE. Effect analysis of environmental factors on the children’s Amazon community neuropsychomotor development. Journal of Human Growth and Development. 2018;28(3):232-39. https://doi.org/10.7322/jhgd.152158

(22) Defilipo EC, Frônio JS, Teixeira MTB, Leite ICG, Bastos RR, Vieira MT, et al. Opportunities in the home environment for motor development. Rev Saúde Públ. 2012;46(4):633-41. https://doi.org/10.1590/S0034-89102012005000040

(23) Abreu VC, Farias LPM, Cardoso CPM, Gomes SF, Teixeira RLOD, Soares JRD, et al. The Use of the Approach Tools in Family Reintegration. REAS. 2019;32:e800. https://doi.org/10.25248/reas.e800.2019

(24) Kemp JVD, Ketelaar M, Gorter JW. Environmental factors associated with participation and its related concepts among children and youth with cerebral palsy: a rapid review. Disabil Rehabil. 2022;44(9)1571-82. https://doi.org/10.1080/09638288.2021.1923839

Publicado

2022-11-29

Como Citar

Dornelas, L. de F., & Defilipo, Érica C. (2022). Proposta de roteiro para avaliação dos fatores ambientais de crianças e adolescentes sob a perspectiva da CIF . Revista Pesquisa Em Fisioterapia, 12, e4732. https://doi.org/10.17267/2238-2704rpf.2022.e4732

Edição

Seção

Artigos Originais

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)