AVALIAÇÃO POSTURAL COMPUTADORIZADA EM PACIENTES PORTADORES DA FIBROSE CÍSTICA EM UM CENTRO DE REFERÊNCIA EM SALVADOR-BA

Francisco Oliveira, Cristiane Dias, Anna Lúcia Dinniz, Selena Márcia Dubois Mendes, Abrahão Fontes Baptista, Kátia Nunes Sá

Resumo


Introdução: A Fibrose Cística (FC) é uma anormalidade genética de caráter sistêmico gerando ao sistema respiratório uma hipersecretividade e obstrução brônquica crônica. As alterações posturais pouco são observadas nesta população existindo carência de estudos desta problemática. Objetivo: Identificar e descrever as alterações posturais do tronco em pacientes portadores da FC. Metodologia: Este estudo observacional de corte transversal em pacientes com FC. A análise postural foi realizada pela forma tradicional e através do software CorelDRAW, foi avaliado as alterações de cabeça, ombro, ângulo de Charpy e as curvas fisiológicas da coluna vertebral. Resultados: Observou-se maior prevalência do sexo masculino da raça negra, com idade média de 7,3 anos. Elevada freqüência de rotações internas, assimetria e anteriorização do ombro. A média do ângulo de Charpy foi 92,5 (± 8,7). Na coluna vertebral a lombar, torácica e cervical foram respectivamente as mais acometidas. Estes resultados são justificados pelo aumento da carga resistiva no sistema respiratório, promovendo um tensionamento crônico ao sistema mioarticular, gerando alterações biomecânicas do tronco. Conclusão: Crianças com FC apresentam alterações posturais, sendo os achados mais freqüentes à assimetria, anteriorização e rotação interna de ombros, retificação cervical, hipercifose torácica e hiperlordose lombar.

Palavras-chave


Fibrose Cística; Mucoviscidose; Alterações posturais

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17267/2238-2704rpf.v1i1.74

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais



A RPF foi indexada e/ou catalogada nas seguintes bases de dados:

                                                  

 

Revista Pesquisa em Fisioterapia | ISSN: 2238-2704

Site atualizado em 28/02/2018

Licença Creative Commons