FISIOTERAPIA, ACESSO E NECESSIDADES DE SAÚDE: LIMITES E POSSIBILIDADES NA ATENÇÃO BÁSICA

Autores

  • Marcio Costa de Souza Universidade do Estado da Bahia
  • Ângelo Andrade Rocha UESB
  • Táirone Cabral UESB
  • Jairrose Nascimento Souza UNEB

DOI:

https://doi.org/10.17267/2238-2704rpf.v5i2.499

Palavras-chave:

Fisioterapia, Atenção Primária à Saúde, Recursos Humanos

Resumo

Este artigo teve por objetivo, entender as necessidades de saúde e o acesso da Fisioterapia na visão de ex-bolsistas do PET-SAÚDE e usuários de uma unidade de saúde em um município no interior da Bahia. Para tanto, utilizou-se uma abordagem qualitativa, realizada por meio de entrevista semiestruturada com 6 indivíduos, representados em dois grupos: grupo I (03), denominados de Ex-bolsistas do Programa de Educação pelo Trabalho em Saúde - PET-saúde; grupo II (03) denominados de Usuários do serviço de saúde. Por fim, concluiu-se que apesar de desconhecerem o processo de trabalho do fisioterapeuta na Atenção Básica, os entrevistados justificaram a necessidade de atuação desse profissional na Equipe de Saúde da Família (ESF) pela grande demanda de usuários desassistidos, sobretudo com relação atenção curativa/reabilitadora, mas também em relação à promoção da saúde. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marcio Costa de Souza, Universidade do Estado da Bahia

Departamento Ciências da Vida

Downloads

Publicado

2015-10-16

Como Citar

Souza, M. C. de, Rocha, Ângelo A., Cabral, T., & Souza, J. N. (2015). FISIOTERAPIA, ACESSO E NECESSIDADES DE SAÚDE: LIMITES E POSSIBILIDADES NA ATENÇÃO BÁSICA. Revista Pesquisa Em Fisioterapia, 5(2). https://doi.org/10.17267/2238-2704rpf.v5i2.499

Edição

Seção

Artigos Originais