Percepção de pessoas com transtornos mentais acerca dos cuidados fisioterapêuticos: estudo qualitativo

Autores

DOI:

https://doi.org/10.17267/2238-2704rpf.2022.e4582

Palavras-chave:

Transtornos Mentais, Fisioterapia, Saúde Mental

Resumo

INTRODUÇÃO: A inserção da fisioterapia nas equipes de cuidados à saúde mental tem se tornado cada vez mais necessária, devido à importância e efetividade em promover qualidade de vida em indivíduos com transtornos mentais. OBJETIVO: Compreender a percepção de pessoas com transtornos mentais acerca dos cuidados fisioterapêuticos. ESTRATÉGIA METODOLÓGICA: Estudo descritivo de abordagem qualitativa, realizado com nove indivíduos com transtornos mentais no Centro de Saúde Mental e Reabilitação Dr. Álvaro Rubin de Pinho, na cidade de Salvador, Bahia, Brasil, em julho/2021. Os dados foram coletados por meio do questionário sociodemográfico e entrevista semiestruturada, que posteriormente foram transcritas e analisadas conforme análise de conteúdo de Bardin. RESULTADOS: Mediante a exploração dos conteúdos, emergiram três categorias: “O olhar dos indivíduos com transtornos mentais acerca da fisioterapia”; “Atenção e o cuidado no sofrimento psíquico” e “Efetividade fisioterapêutica na saúde mental”. Evidenciou-se que os indivíduos percebem que a fisioterapia proporcionou melhora nos aspectos físicos, mentais e sociais, além de atuar como coadjuvante no tratamento. CONSIDERAÇÕES FINAIS: A assistência fisioterapêutica contribui na promoção da saúde, reabilitação psicossocial e melhora da qualidade de vida nos indivíduos com transtornos mentais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

(1) Silva SB, Pedrão LJ, Miasso AI. The impact of physical therapy in the psychosocial rehabilitation of carriers of mental disorders. SMAD, Rev. Eletrônica Saúde Mental Álcool Drog. 2012;8(1):34-40. https://doi.org/10.11606/issn.1806-6976.v8i1p34-40

(2) Almeida MT, Gabriel LB, Amorim PB. The role of the physioterapist in the treatment of patients with mental disorders. RECIMA21. 2021;2(8):e28604. https://doi.org/10.47820/recima21.v2i8.604

(3) Goulardins JB, Canales JZ, Oda C. Perspectives on Physical Therapy in Mental Health. Rev Pesq Fisio. 2019;9(2):155-158. https://doi.org/10.17267/2238-2704rpf.v9i2.2311

(4) Pauli K, Campos R. The Inclusion pf Physiotherapist on Multiprofissional Team of Psychosocial Support Center. Rev Fisioter S Fun [Internet]. 2016;5(1):14-22. Available from: http://www.periodicos.ufc.br/fisioterapiaesaudefuncional/article/view/20605

(5) Pan American Health Organization, World Health Organization. Relatório sobre a Saúde no mundo 2001: Saúde mental: nova concepção, nova esperança. Geneva: World Health Organization; 2001. Available from: https://www.nescon.medicina.ufmg.br/biblioteca/imagem/0205.pdf

(6) World Health Organization. Mental health action plan 2013-2020 [Internet]. Geneva: World Health Organization; 2013. Available from: https://www.who.int/publications/i/item/9789241506021

(7) Santos EG, Siqueira MM. Prevalence of mental disorders in the Brazilian adult population: a systematic review from 1997 to 2009. J Bras Psiquiatr. 2010;59(3):238-246. https://doi.org/10.1590/S0047-20852010000300011

(8) Oliveira MD, Nascimento AAP, Araújo FRO, Batista PS. O olhar da fisioterapia para o cuidado em saúde mental: perfil epidemiológico e clínico funcional. Cad Edu Saude e Fis [Internet]. 2018;5(10):37-38. Available from: http://revista.redeunida.org.br/ojs/index.php/cadernos-educacao-saude-fisioter/issue/view/42

(9) Silva DF, Santana PRS. Mental disorders and poverty in Brazil: A systematic review. Rev Tempus Actas de Saúde Coletiva [Internet]. 2012;6(4):175-185. Available from: https://www.tempusactas.unb.br/index.php/tempus/article/view/1214

(10) Silva EC, Sena ELS, Pithon KR, Amorim CR, Ribeiro JF. Mental health approach in physiotherapy formation: conceptions of teachers from this area. Rev. Cont. Saúde [Internet]. 2015;15(29):69-78. Available from: https://www.revistas.unijui.edu.br/index.php/contextoesaude/article/view/4114

(11) Martins EF, Xavier EL, Filho HMW, Costa TA, Daltro MCSL, Nascimento MMA. Importância e inserção do profissional fisioterapeuta no centro de atenção psicossocial infantil [Internet]. I Congresso Nacional de Especialidades em Fisioterapia; 2016; João Pessoa, PB. [cited 2022 sept. 25]. Available from: https://temasemsaude.com/wp-content/uploads/2016/12/conesf.pdf

(12) Vinha ECM, Vinha RM. Atuação do fisioterapeuta na saúde mental: uma necessidade tangível, abrangente e contemporânea. Altus Ciência [Internet]. 2018;7:57-74. Available from: https://fcjp.edu.br/pdf/Altus/ed7.pdf

(13) Riva D, Schneider J, Pretto LM, Wendland J, Weber C, Winkelmann ER. Experiências acadêmicas do curso de fisioterapia no Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) de Ijuí/RS. Rev. Cont. Saúde [Internet]. 2011;10(20):975-980. Available from: https://www.revistas.unijui.edu.br/index.php/contextoesaude/article/view/1714

(14) Nunes TTG, Ávila MB, Garcia VR, Dorneles RCG, Serrão Júnior NF. Obstáculos da atuação do fisioterapeuta na saúde mental: Problema local ou cenário real? [Internet]. Anais do 9º Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão – Universidade Federal do Pampa; 2017. Available from: https://periodicos.unipampa.edu.br/index.php/SIEPE/article/view/86073

(15) Noimann C, Morais FS, Santos NSS, Oliveira NPC. Physiotherapy in improving depression and anxiety: literature review. Res., Soc. Dev. 2021;10(15):e442101523228. https://doi.org/10.33448/rsd-v10i15.23228

(16) Holanda RL, Nascimento EB, Gilo HS, Silva Junior RR, Almeida MTR, Cerdeira DQ. Physiotherapy and mental health: users’ perception in the assistance to individuals with psychic suffering. Rev Expressão Católica Saúde. 2017;2(2):45-52. http://dx.doi.org/10.25191/recs.v2i2.2072

(17) Silva CS, Lemos JC, Trevisan ME. Repercussion of the effects of physical therapy in an addiction recovery service. Fisioterapia Brasil [Internet]. 2011;12(6):410-418. Available from: https://portalatlanticaeditora.com.br/index.php/fisioterapiabrasil/article/view/951

(18) Jesus-Moraleida FR, Nunes ACL. Cuidado em Saúde Mental: Perspectiva de Atuação Fisioterapêutica. Rev Fisioter S Fun [Internet]. 2013;2(1):3-5. Available from: http://periodicos.ufc.br/fisioterapiaesaudefuncional/article/view/20551

(19) Magalhães MN, Ribeiro MC. Perception of Physiotherapy students about their academic formation in mental health. Rev. Docência Ens. Sup. 2020;10:1-16. https://doi.org/10.35699/2237-5864.2020.14800

(20) Silva RCB, Silva TMC, Santos FM, Jesien S, Balk RS. Grupo de Movimento Terapêutico, o exercício físico como estratégia de intervenção na saúde mental [Internet]. Anais do 12º Congresso Internacional da Rede Unida; 2016; Campo Grande, MS. [cited 2022 sept. 25]. Available from: http://conferencia2016.redeunida.org.br/ocs/index.php/congresso/2016/paper/view/5102

(21) Bardin L. Análise de conteúdo. 4a. ed. São Paulo: Edições 70; 2011.

(22) Carvalho VCS, Fontana AP, Mendes FO, Pereira RSC, Carvalho IMS, Romanielo AFR, et al. Multidisciplinary team and the deinstituitionalization process: reflexes in the life of patients with mental disorder. Braz. J. Hea. Rev. 2020;3(1):364-369. https://doi.org/10.34119/bjhrv3n1-026

(23) Lee S, Waters F, Briffa K, Fary RE. Limited interface between physiotherapy primary care and people with severe mental illness: a qualitative study. Jf Physiother. 2017;63(3):168-174. https://doi.org/10.1016/j.jphys.2017.05.014

(24) Bizarro JCMS, Martins ETC. Physiotherapist training for care in the contexto of psychosocial attention. Rev. Doce?ncia Ens. Sup. 2020;10:e023959. https://doi.org/10.35699/2237-5864.2020.23959

(25) Nascimento CC, Pítia ACA. Oficina de trabalho corporal: uma estratégia de reabilitação psicossocial no trabalho em saúde mental. Cienc Cuid Saúde [Internet]. 2010;9(3):610-617. Available from: https://periodicos.uem.br/ojs/index.php/CiencCuidSaude/article/view/12562

Publicado

2022-09-29

Como Citar

Carneiro Junior, L. M., Almeida, S. M., Barboza Filho, J. C., & Galvão, V. L. . (2022). Percepção de pessoas com transtornos mentais acerca dos cuidados fisioterapêuticos: estudo qualitativo. Revista Pesquisa Em Fisioterapia, 12, e4582. https://doi.org/10.17267/2238-2704rpf.2022.e4582

Edição

Seção

Artigos Originais