Fatores relacionados à prematuridade em uma maternidade pública de Teresina – PI: estudo retrospectivo

Tâmara Mikaelly Venceslau, Cleane Barros Soares, Auriclea Rodrigues Da Silva, Daniele Silva Ferreira, Neivaildo Ramos da Silva, Mylena Cardoso Sales, Izabelle Macedo Sousa

Resumo


INTRODUÇÃO: A prematuridade é caracterizada pela idade gestacional inferior a 37 semanas e, devido a esse fator, o neonato nasce exposto a consequências na vida extrauterina, com possibilidade de atraso motor e outras condições adversas. OBJETIVO: Investigar as causas da prematuridade em uma maternidade pública de Teresina-PI. MÉTODOS: Trata-se de um estudo descritivo retrospectivo que avaliou o tempo de bolsa rota, uso de medicações, tipo de parto, idade da parturiente, número de gestações, de partos, de abortos, de consultas no pré-natal, idade gestacional (IG), sorologias para infecções e intercorrências. Foi realizado o teste Qui-quadrado para verificar associação do número de consultas com a idade da parturiente (alfa de 5%). RESULTADOS: Dos 4.379 prontuários do primeiro trimestre do ano de 2017 foram analisados e incluídos 310 casos de prematuros. A maior parte das parturientes era primípara e com idade entre 18 e 44 anos. Quase metade da amostra fez menos de seis consultas no acompanhamento pré-natal e o principal tipo de parto foi o cesáreo. As principais intercorrências associadas à prematuridade foram pré-eclâmpsia e ruptura precoce de membranas gestacionais. As mulheres com idade mais avançada apresentam maior associação com a prematuridade (p<0,05) CONCLUSÃO: Os principais fatores observados na amostra de casos de prematuridade foram pré-eclâmpsia, ruptura precoce de membranas gestacionais, parto cesáreo e acompanhamento pré-natal insuficiente.

Palavras-chave


Parto prematuro. Recém-nascido. Pré-maturo. Neonato pré-termo.

Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.17267/2238-2704rpf.v10i1.2653

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2019 Tâmara Mikaelly Venceslau, Cleane Barros Soares, Auriclea Rodrigues da Silva, Daniele Silva Ferreira, Neivaildo Ramos da Silva, Mylena Cardoso Sales, Izabelle Macedo Sousa

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

A RPF foi indexada e/ou catalogada nas seguintes bases de dados:

                                                  

 

Revista Pesquisa em Fisioterapia | ISSN: 2238-2704

Site atualizado em 28/02/2018

Licença Creative Commons