Lombalgia e alterações funcionais em feirantes: um estudo transversal

Roquenei da Purificação Rodrigues, Kionna Oliveira Bernardes Santos

Resumo


INTRODUÇÃO: A dor lombar atinge níveis epidêmicos na população em geral, sendo uma das causas de incapacidade funcional e motivo mais comum para a consulta médica. Sua etiologia é multifatorial e os fatores mais comuns para esta sintomatologia envolvem os elementos biomecânicos, ocupacionais e as características individuais. OBJETIVO: investigar a ocorrência das lombalgias e as repercussões funcionais entre os feirantes do setor de hortifruti (varejo). MÉTODOS: Foi realizado um estudo quantitativo, de natureza descritiva, com desenho de estudo transversal. Para tanto, aplicou-se o formulário de incapacidades Oswestry (modificado) e para a  mensuração da dor,a Escala Visual Analógica. Os dados foram avaliados descritivamente, por meio de frequência absoluta e relativa. RESULTADOS: Foram entrevistados 100 feirantes, com a idade média de 43 anos. Destes, 73% apresentam alguma dor ou desconforto na região lombar e para minimizar tal ocorrência, 39,7% faziam uso de remédio oral/tópico sem orientação médica. Com relação às alterações funcionais, 14% apresentam incapacidade intensa. CONCLUSÃO: O estudo permitiu identificar,  que os indivíduos com lombalgia, possuíam algum grau de incapacidade que repercutiam no seu contexto de vida.

Palavras-chave


Local de trabalho. Setor informal. Dor lombar.

Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.17267/2238-2704rpf.v9i3.2376

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2019 Roquenei da Purificação Rodrigues, Kionna Oliveira Bernardes Santos

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

A RPF foi indexada e/ou catalogada nas seguintes bases de dados:

                                                  

 

Revista Pesquisa em Fisioterapia | ISSN: 2238-2704

Site atualizado em 28/02/2018

Licença Creative Commons