Capacidade funcional de membros superiores em pacientes com câncer de mama

Autores

  • Lorena Alves Jesus Universidade Federal da Bahia
  • Ivana Spinola Cedraz
  • Alena Peixoto Medrado Universidade Federal da Bahia

DOI:

https://doi.org/10.17267/2238-2704rpf.v8i1.1616

Palavras-chave:

Câncer. Fisioterapia. Neoplasias. Oncologia. Câncer de mama.

Resumo

INTRODUÇÃO: O câncer de mama é o tipo de câncer que mais acomete as mulheres em todo o mundo. Complicações decorrentes do tratamento oncológico para esta neoplasia, a exemplo da redução da amplitude de movimento dos membros envolvidos, devem ser consideradas como relevantes, pois podem prejudicar o retorno às atividades rotineiras, e comprometer a qualidade de vida das pacientes. OBJETIVO: Realizar uma análise funcional de membros superiores de pacientes submetidas ao tratamento cirúrgico do câncer de mama, além descrever as características socioeconômicas e clínica dessa população. MÉTODOS: Tratou-se de um estudo analítico observacional transversal que utilizou uma amostra por conveniência de trinta e uma pacientes submetidas ao tratamento cirúrgico do câncer de mama em tratamento fisioterapêutico no âmbito ambulatorial. Como instrumento para a coleta de dados das pacientes, foi aplicado o questionário Disability Arm Shoulder and Hand (DASH) e realizada uma análise descritiva das variáveis do estudo por meio de medidas de tendência central e de dispersão para as variáveis contínuas e frequências relativa e absoluta para as variáveis categóricas. RESULTADOS: As pacientes entrevistadas apresentaram média de idade de 51± 7anos. O tratamento fisioterapêutico ambulatorial ocorreu em um período menor ou igual a sete meses após a cirurgia (51,6%). A média total do escore final do DASH foi 45±17. CONCLUSÃO: A Fisioterapia a nível ambulatorial, mesmo iniciada de forma tardia, interferiu positivamente na capacidade funcional dos membros superiores após a cirurgia do câncer de mama.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Lorena Alves Jesus, Universidade Federal da Bahia

Fisioterapeuta graduada pela Universidade Federal da Bahia

Pós-graduanda em Fisioterapia Hospitalar pela Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública

Ivana Spinola Cedraz

Fisioterapeuta especialista em Fisioterapia Traumato-Ortopédica no Centro de Oncologia do Estado da Bahia. Salvador, Bahia, Brasil. ORCID 0000-0002-5280-5711

Alena Peixoto Medrado, Universidade Federal da Bahia

Doutora em Patologia Humana - FIOCRUZ/UFBA

Professora Adjunta do Departamento de Biointeração do Instituto de Ciências da Saúde da Universidade Federal da Bahia

Publicado

2018-09-17

Como Citar

Jesus, L. A., Cedraz, I. S., & Medrado, A. P. (2018). Capacidade funcional de membros superiores em pacientes com câncer de mama. Revista Pesquisa Em Fisioterapia, 8(1), 37–46. https://doi.org/10.17267/2238-2704rpf.v8i1.1616

Edição

Seção

Artigos Originais