Responsabilidade legal da Enfermeira Obstétrica na assistência ao parto

Renata Luzia Lima Costa, Cristiane Oliveira Barbosa

Resumo


OBJETIVO: Descrever a responsabilidade legal da enfermeira obstétrica na assistência ao parto. MÉTODO: Foi realizado uma revisão integrativa de literatura, utilizando publicações disponíveis nas bases dados LILACS e MEDLINE, através da Biblioteca Virtual de Saúde, com publicação nos últimos 10 anos. RESULTADOS: A partir da leitura exaustiva dos artigos, foram delimitadas duas categorias de análise, denominadas: A legislação da enfermagem obstétrica brasileira e Responsabilidade profissional, sob o ponto de vista ético, penal e civil. CONCLUSÃO: A enfermeira obstetra precisa conhecer a legislação que rege o seu trabalho, proporcionando uma melhor assistência e delimitando seus direitos e deveres na sua jornada.


Palavras-chave


Enfermagem Obstétrica. Legislação. Responsabilidade legal. Tocologia

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17267/2317-3378rec.v8i2.2239

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2019 Renata Luzia Lima Costa, Cristiane Oliveira Barbosa

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Esta revista foi indexada e/ou catalogada nas seguintes bases de dados:

DOAJ          ROAD          FUNADESP                    

 

Revista Enfermagem Contemporânea | ISSN: 2317-3378

Site atualizado em 03/01/2020

Licença Creative Commons