AVALIAÇÃO DE CONHECIMENTO PRÉVIO SOBRE A DOENÇA FALCIFORME ENTRE PARTICIPANTES DE SEMINÁRIO DE ODONTOLOGIA

Autores

  • Ilanna Jamile de Souza Castro Universidade Federal da Bahia (UFBA)
  • Emanuel Braga Rêgo Doutor em Ortodontia pela Universidade de Hiroshima, Professor de Ortodontia e Odontopediatria da UFBA, vice presidente da ABRAEX
  • Diane Vasconcelos de Santana Oliveira Acadêmica do curso de Odontologia da Universidade Federal da Bahia (UFBA)
  • André Wilson Machado Doutor em Ortodontia pela UNESP/UCLA, Professor de Ortodontia da UFBA
  • Cristiano Augusto Trein Doutor em Engenharia pela Universidade de Kyoto, Presidente da ABRAEX
  • Ana Stela Goldbeck Farmacêutica e bioquímica, mestre em Antropologia Social pela UFRGS, Especialista em Triagem Neonatal pela JICA e membro da ABRAEX

DOI:

https://doi.org/10.17267/2596-3368dentistry.v7i1.822

Palavras-chave:

Doença Falciforme, Odontologia, Atenção à Saúde

Resumo

A Doença Falciforme (DF) é responsável por um elevado índice de mortalidade e morbidade no Brasil. É sabido que há diversas manifestações bucais e repercussões desta condição no tratamento odontológico. No entanto, pouco se conhece sobre o grau de conhecimento dos dentistas sobre esta enfermidade. O objetivo deste artigo foi avaliar o grau de conhecimento e o perfil de diferentes ouvintes, a partir de um questionário distribuído durante o seminário “O papel da Odontologia no contexto da atenção integral à DF”, realizado em um curso de Odontologia de uma instituição de ensino superior pública. Os resultados da presente pesquisa revelaram que, de uma forma geral, a maioria dos respondentes consideram ter pouco conhecimento sobre DF, apesar de possuírem uma grande disposição em aprender. Constatou-se também que há maior interesse neste tema por parte dos profissionais já formados, provavelmente em decorrência da demanda por atendimento de pacientes com DF no dia-a-dia da clínica, visto que a Bahia é o Estado brasileiro que apresenta a maior prevalência. Deste modo, evidencia-se que ainda há carência de informações e muitas dúvidas sobre o papel da Odontologia no contexto da atenção integral à DF. Uma maior atenção na formação do dentista no tocante às doenças de grande prevalência no Brasil pode promover a elaboração de uma agenda positiva, contemplando melhores condutas e protocolos terapêuticos adequados, traduzindo-se em um benefício real para o paciente.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ilanna Jamile de Souza Castro, Universidade Federal da Bahia (UFBA)

Acadêmica do curso de Odontologia na Universidade Federal da Bahia (UFBA)

Downloads

Publicado

2016-04-19

Como Citar

Castro, I. J. de S., Rêgo, E. B., Oliveira, D. V. de S., Machado, A. W., Trein, C. A., & Goldbeck, A. S. (2016). AVALIAÇÃO DE CONHECIMENTO PRÉVIO SOBRE A DOENÇA FALCIFORME ENTRE PARTICIPANTES DE SEMINÁRIO DE ODONTOLOGIA. Journal of Dentistry & Public Health (inactive / Archive Only), 7(1). https://doi.org/10.17267/2596-3368dentistry.v7i1.822

Edição

Seção

Artigos Originais

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)