PERCEPÇÃO CORPORAL EM CRIANÇA COM BAIXA VISÃO: RELATO DE CASO DE PROJETO DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA

Autores

  • Caroline Andréa Siqueira
  • Luana Ribeiro Nascimento
  • Gisele Kliemann Universidade Federal do Paraná.
  • Clynton Lourenço Corrêa Universidade Federal do Rio de Janeiro

DOI:

https://doi.org/10.17267/2238-2704rpf.v2i2.94

Palavras-chave:

Percepção de movimento, Intervenção precoce, Dança, Criança, Baixa visão

Resumo

Introdução: Trabalhos de extensão desenvolvidos durante a formação de profissionais de saúde tem elevado impacto sobre as comunidades assistidas, porém poucas são as publicações relatando estas experiências. Objetivo: Relatar experiências em um projeto de extensão universitária com objetivo de intervir em criança com deficiência visual estimulando a independência desta na realização de suas atividades rotineiras e aperfeiçoar a percepção corporal e espacial. Metodologia: Relato de experiência. Resultados: Participou do estudo uma criança com baixa visão sem deficiências associadas, frequentadora de uma escola municipal em Matinhos/PR. Foram aplicados os testes Performance Oriented Mobility Assessment (POMA) – versão brasileira e Askevold. Em seguida, foram realizadas 12 intervenções com atividades corporais lúdicas baseadas na dança contemporânea associadas à eutonia. Terminadas as intervenções, os testes foram reaplicados. Desde o pré-teste a criança obteve escore máximo no teste POMA; e no teste de Askevold a criança marcou o ponto do trocânter maior direito levemente afastado e houve modificação da distância entre os pontos referentes à articulação acromioclavicular e curva da cintura, obtendo melhor representação no momento da reaplicação. Houve relato por parte da mãe e da professora de melhor atenção e concentração da criança em atividades classe e extraclasse. Conclusão: As atividades propostas parecem constituir parte das estratégias para estimular a percepção corporal em crianças com deficiência visual e melhorar atenção e participação da criança em atividades no ambiente escolar e domiciliar.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Caroline Andréa Siqueira

Fisioterapeuta

Luana Ribeiro Nascimento

Fisioterapeuta

Gisele Kliemann, Universidade Federal do Paraná.

Bailarina, doutora em Comunicação e Semiótica, professora Adjunta da Universidade Federal do Paraná

Clynton Lourenço Corrêa, Universidade Federal do Rio de Janeiro

Fisioterapeuta, professor Adjunto do curso de Fisioterapia da Universidade Federal do Rio de Janeiro, diretor científico da ABRAFIN, coordenador do Grupo de Estudo sobre Doença de Parkinson (GEDOPA)

Downloads

Publicado

2013-01-23

Como Citar

Siqueira, C. A., Ribeiro Nascimento, L., Kliemann, G., & Lourenço Corrêa, C. (2013). PERCEPÇÃO CORPORAL EM CRIANÇA COM BAIXA VISÃO: RELATO DE CASO DE PROJETO DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA. Revista Pesquisa Em Fisioterapia, 2(2). https://doi.org/10.17267/2238-2704rpf.v2i2.94

Edição

Seção

Relatos de Caso

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)