EFEITO AGUDO DO INDACATEROL EM DESFECHOS CLÍNICOS E FUNCIONAIS NOS PORTADORES DE DOENÇA PULMONAR OBSTRUTIVA CRÔNICA (DPOC): UM ENSAIO CLÍNICO RANDOMIZADO

Autores

  • Thiago Fróes Batista Ribeiro Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública.
  • Fernanda Warken Rosa Universidade do Estado da Bahia.
  • Tiago Albertassi Blunck Resende Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública.
  • Aquiles Assunção Camelier Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública. Centro de Estudos Egas Moniz, Hospital Português-Ba.

DOI:

https://doi.org/10.17267/rpf.v2i2.89

Palavras-chave:

DPOC, Espirometria, Placebo, Broncodilatadores, Ensaio Clínico Randomizado, Tolerância ao Exercício.

Resumo

Introdução:Os broncodilatadores são fundamentais para o tratamento da doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC). O indacaterol é broncodilatador beta-2-agonista de longa ação recentemente aprovado para utilização na DPOC, que tem como principal característica referida pelos fabricantes um rápido início de ação. Objetivo: Avaliar o efeito agudo do indacaterol em portadores de DPOC. Métodos: Foi realizado um ensaio clínico randomizado, duplo cego, controlado com placebo utilizando indacaterol 150 mcg inalado em portadores de DPOC. Os desfechos avaliados foram o VEF1 e a CVF (obtidos da espirometria), frequência cardíaca e respiratória, pressão arterial,  SpO2, sensação de dispneia e o teste do degrau. Resultados: Quarenta pacientes foram selecionados. Observou-se que não foi notada broncodilatação significante entre os grupos indacaterol e Placebo aos 5, 15 e 30 minutos  seja em relação ao VEF1 ou a CVF. Diferenças estatísticas também não foram notadas para as variáveis secundárias como SpO( p=0,89), FR (p=0,88), FC(p=0,31), pressão arterial (p=0,85), dispneia (p=0,60) e número de degraus subido ao final de 6 minutos (0,72). Conclusão: Em portadores de DPOC estáveis o indacaterol não produziu modificações nos desfechos avaliados em até 30 minutos após a sua utilização.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Thiago Fróes Batista Ribeiro, Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública.

Acadêmico do Curso de Medicina, Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública.

Fernanda Warken Rosa, Universidade do Estado da Bahia.

Docente Adjunto DE, Curso de Fisioterapia, Universidade do Estado da Bahia.

Tiago Albertassi Blunck Resende, Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública.

Acadêmico do Curso de Medicina, Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública.

Aquiles Assunção Camelier, Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública. Centro de Estudos Egas Moniz, Hospital Português-Ba.

Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública. Centro de Estudos Egas Moniz, Hospital Português-Ba.

Downloads

Publicado

2013-01-23

Como Citar

Fróes Batista Ribeiro, T., Warken Rosa, F., Blunck Resende, T. A., & Assunção Camelier, A. (2013). EFEITO AGUDO DO INDACATEROL EM DESFECHOS CLÍNICOS E FUNCIONAIS NOS PORTADORES DE DOENÇA PULMONAR OBSTRUTIVA CRÔNICA (DPOC): UM ENSAIO CLÍNICO RANDOMIZADO. Revista Pesquisa Em Fisioterapia, 2(2). https://doi.org/10.17267/rpf.v2i2.89

Edição

Seção

Artigos Originais

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)