PREDITORES DE FALHA DE EXTUBAÇÃO EM UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA: UMA REVISÃO DE LITERATURA

Autores

  • Juralice de Sousa Campos Lopes Hospital Santa Izabel
  • Paula Natalia Leal Gama Jesus
  • Thamilis de Oliveira Machado
  • Helena França Correia dos Reis Universidade Federal da Bahia

DOI:

https://doi.org/10.17267/2238-2704rpf.v6i2.889

Palavras-chave:

Extubação, Desmame do Respirador, Unidades de Terapia Intensiva

Resumo

A falha da extubação está atrelada a condições de saúde e apresenta impactos sobre o tempo de internamento, podendo levar ao aumento da mortalidade, com isso, é relevante colaborar com apresentação de critérios cientificamente fundamentados para a condução da extubação e reforçar a necessidade
de abandonar técnicas baseadas apenas em experiências. O objetivo deste estudo é identificar os preditores de falha de extubação em pacientes submetidos à ventilação mecânica (VM) por meio de uma revisão de literatura. Trata-se de uma revisão de literatura realizada através da pesquisa nas
bases de dados Scielo, Lilacs, Medline. Para compor a revisão foram utilizados estudos que abordavam os preditores de falha de extubação. Existem preditores que indicam a possibilidade de falha ou não da extubação, porém a sensibilidade dos mesmos varia de acordo com a população estudada. Dentre os preditores de falha de extubação descritos neste estudo estão: preditores epidemiológicos,
neurológicos, ventilatórios e o impacto da falha de extubação. Nesta revisão de literatura foi possível observar que a extubação está inserida no processo de desmame da VM, que é complexo e passível de insucesso, pois depende de vários fatores clínicos e fisiológicos que podem indicar a possibilidade da falha ou não da extubação, porém a eficácia e a aplicabilidade da mesma dependem da população estudada.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Juralice de Sousa Campos Lopes, Hospital Santa Izabel

Fisioterapeuta, especialização em Fisioterapia Hospitalar pela Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública. Hospital Santa Izabel.

Paula Natalia Leal Gama Jesus

Fisioterapeuta, especialização em Fisioterapia Hospitalar pela Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública.

Thamilis de Oliveira Machado

Fisioterapeuta, especialização em Fisioterapia Hospitalar pela Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública.

Helena França Correia dos Reis, Universidade Federal da Bahia

Fisioterapeuta, professora adjunta, departamento de fisioterapia. Universidade Federal da Bahia.

Downloads

Publicado

2016-06-14

Como Citar

Lopes, J. de S. C., Jesus, P. N. L. G., Machado, T. de O., & Reis, H. F. C. dos. (2016). PREDITORES DE FALHA DE EXTUBAÇÃO EM UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA: UMA REVISÃO DE LITERATURA. Revista Pesquisa Em Fisioterapia, 6(2). https://doi.org/10.17267/2238-2704rpf.v6i2.889

Edição

Seção

Revisões de Literatura

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)