A QUALIDADE DE CRECHES PÚBLICAS E O DESENVOLVIMENTO DE CRIANÇAS EM DESVANTAGEM ECONÔMICA EM UM MUNICÍPIO DO VALE DO JEQUITINHONHA: UM ESTUDO PILOTO

Autores

  • Larissa Rosa Felício Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri.
  • Rosane Luzia de Souza Morais Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri.
  • Jacqueline Alves Tolentino Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri.
  • Lívia Lúcio de Mattos Amaro Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri.
  • Sávia Alves Pinto Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri.

DOI:

https://doi.org/10.17267/2238-2704rpf.v2i2.88

Palavras-chave:

Desenvolvimento infantil, Creches, Qualidade ambiental, Cuidado da criança

Resumo

Introdução:Estudos indicam que as creches podem promover vantagens para o desenvolvimento de crianças em desvantagem social, quando os serviços prestados são de qualidade. Objetivos:a) Avaliar a qualidade de ambientes de creches públicas em um município do Vale do Jequitinhonha;b) Caracterizar o desenvolvimento global de crianças economicamente desfavorecidas; c) Verificar relações entre a qualidade de ambientes educacionais e o desenvolvimento infantil. Metodologia: A qualidade dosambientes de creches foi avaliada pela Infant/Toddler Environment Rating Scale e o desenvolvimento global das 44 crianças, de 0 a 56 meses, pelo teste DENVER II.Resultados: Os ambientes de creche apresentaram qualidade entre “inadequada” e “mínima”. Em todas as creches foi encontrada porcentagem de crianças com atraso no desenvolvimento e metade das crianças apresentou falhas em itens relacionados à linguagem. A análise de correlação de Spearman confirma relação negativa e fraca/moderada, entre qualidade de creches e o domínio pessoal-social. Conclusão:  Profissionais da saúde, em parceria com profissionais da educação, podem oferecer em creches um ambiente rico na promoção de estímulos para o desenvolvimento infantil.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Larissa Rosa Felício, Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri.

Residente do Programa Residência em Fisioterapia em Saúde Coletiva do Departamento de Fisioterapia da Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri.

Rosane Luzia de Souza Morais, Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri.

Professora Assistente do Departamento de Fisioterapia e do Mestrado Saúde, Sociedade e & Ambiente da Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri.

Jacqueline Alves Tolentino, Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri.

Graduada em Fisioterapia pela da Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri.

Lívia Lúcio de Mattos Amaro, Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri.

Graduada em Fisioterapia pela da Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri.

Sávia Alves Pinto, Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri.

Graduada em Fisioterapia pela da Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri.

Downloads

Publicado

2013-01-23

Como Citar

Rosa Felício, L., Souza Morais, R. L. de, Alves Tolentino, J., Mattos Amaro, L. L. de, & Alves Pinto, S. (2013). A QUALIDADE DE CRECHES PÚBLICAS E O DESENVOLVIMENTO DE CRIANÇAS EM DESVANTAGEM ECONÔMICA EM UM MUNICÍPIO DO VALE DO JEQUITINHONHA: UM ESTUDO PILOTO. Revista Pesquisa Em Fisioterapia, 2(2). https://doi.org/10.17267/2238-2704rpf.v2i2.88

Edição

Seção

Artigos Originais