“TODOS PARAPRAIA”: FISIOTERAPIA E GANHO SOCIAL

Autores

  • Cristiane Maria Carvalho Costa Dias Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública
  • Luciana Bilitário Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública

DOI:

https://doi.org/10.17267/2238-2704rpf.v6i1.812

Resumo

Nas praias da cidade de Salvador desde 2014, o projeto “Todos Parapraia”, em parceria com o poder público e a iniciativa privada, representa de forma integral como vivenciarexperiências pautadas nos princípios fundamentais da inclusão social. O projeto considera que acessibilidade é fundamental para facilitar a participação ativa do banhista com mobilidade reduzida, especialmente nos momentos de lazer1, que são fundamentais para qualidade de vida do cidadão.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Cristiane Maria Carvalho Costa Dias, Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública

Doutora em Medicina e Saúde Humana

Fisioterapeuta em Cardiologia ; Respiratória e Intensivista

Luciana Bilitário, Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública

Possui graduação em Fisioterapia pela Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública (2001) e mestrado em Medicina e Saúde Humana pela Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública (2009). Atualmente é professora auxiliar da Universidade do Estado da Bahia e coordenador do curso de fisioterapia da Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública.

Downloads

Publicado

2016-03-22

Como Citar

Carvalho Costa Dias, C. M., & Bilitário, L. (2016). “TODOS PARAPRAIA”: FISIOTERAPIA E GANHO SOCIAL. Revista Pesquisa Em Fisioterapia, 6(1). https://doi.org/10.17267/2238-2704rpf.v6i1.812

Edição

Seção

Editorial

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)