INFLUÊNCIA DA DINÂMICA FAMILIAR NA QUALIDADE DE VIDA DE IDOSOS

Autores

  • Luciana Araújo dos Reis Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia, Faculdade Independente do Nordeste
  • Gilson de Vasconcelos Torres Universidade Federal do Rio Grande do Norte
  • Luana Araújo dos Reis Universidade Federal da Bahia
  • Kleyton Trindade dos Santos Universidade Estadual da Bahia

DOI:

https://doi.org/10.17267/2238-2704rpf.v4i2.399

Palavras-chave:

Envelhecimento, Família, Qualidade de vida

Resumo

O presente estudo tem por objetivo investigar a influência da dinâmica familiar na qualidade de vida de idosos participantes de grupo de convivência. Trata-se de uma pesquisa de caráter analítica com delineamento transversal e amostra de 27 idosos independentes participantes de um Grupo de Convivência para a Terceira Idade no município de Jequié/BA. O instrumento de coleta constou de questões sócio-demográficas e condições de saúde, Apgar de Família e WHOQOL-OLD. Foi realizada análise estatística descritiva e aplicação da Correlação de Sperman, Teste de Mamn-Whitney e o Teste de Kruskal Wallis, uma vez que, os dados do presente estudo não apresentaram padrão de normalidade. O nível de significância adotado para os testes estatísticos foi de 5%. O Coeficiente de correlação de Sperman mostrou uma correlação significativa entre as variáveis, comprometimento da dinâmica familiar e qualidade de vida apenas nas facetas, atividades presentes, passadas e futuras (p!0,001) e intimidade (p 0,003). De acordo com o teste de Mamn-Whitney e o teste de Kruskal-Wallis não houve diferença estatística entre dinâmica familiar e as variáveis, estado civil, escolaridade, ocupação, reside com, tipo de doença e medicação. Constatou-se no presente estudo que não houve diferença estatística
entre dinâmica familiar e as variáveis, estado civil, escolaridade, ocupação, reside com, tipo de doença e medicação. Sendo encontrada uma correlação significativa entre as variáveis, comprometimento da dinâmica familiar e comprometimento da qualidade de vida apenas nas facetas, atividades presentes, passadas e futuras e intimidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luciana Araújo dos Reis, Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia, Faculdade Independente do Nordeste

Fisioterapeuta, Mestre e Doutora em Ciências da Saúde/UFRN, Estágio Pós-doutoral em Saúde Coletiva/UFBA/ISC. Docente Adjunta da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia e Docente Titular da Faculdade Independente do Nordeste. E-mail: lucianauesb@yahoo.com.br.

Gilson de Vasconcelos Torres, Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Enfermeiro, Doutor em Enfermagem/EERP-USP, Docente do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde/CCS-UFRN

Luana Araújo dos Reis, Universidade Federal da Bahia

Enfermeira, Mestre e Doutoranda em Enfermagem/UFBA

Kleyton Trindade dos Santos, Universidade Estadual da Bahia

Fisioterapeuta. Mestrando em Enfermagem e Saúde/UESB

Downloads

Publicado

2014-10-01

Como Citar

Reis, L. A. dos, Torres, G. de V., Reis, L. A. dos, & Santos, K. T. dos. (2014). INFLUÊNCIA DA DINÂMICA FAMILIAR NA QUALIDADE DE VIDA DE IDOSOS. Revista Pesquisa Em Fisioterapia, 4(2). https://doi.org/10.17267/2238-2704rpf.v4i2.399

Edição

Seção

Artigos Originais

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)