PERFIL FUNCIONAL DA PARALISIA FACIAL EM UM HOSPITAL

Autores

  • Katia Mayumi Konno Universidade Federal do Paraná
  • Marise Bueno Zonta Hospital das Clínicas - Universidade Federal do Paraná.
  • Hélio Afonso Ghizoni Teive Hospital das Clínicas - Universidade Federal do Paraná.
  • Clynton Lourenço Corrêa Universidade Federal do Rio de Janeiro.

DOI:

https://doi.org/10.17267/rpf.v4i2.390

Palavras-chave:

Fisioterapia, Paralisia Facial, Reabilitação

Resumo

A paralisia do nervo facial pode ser central ou periférica, sendo a paralisia nervosa mais acometida do corpo humano. O objetivo deste estudo foi estabelecer o perfil funcional dos pacientes com paralisia facial internados no Setor de Neurologia do Hospital das Clínicas da UFPR. Por meio de estudo prospectivo, com amostragem por conveniência e aplicação de um questionário para coleta dos dados clínicos, foi realizada a identificação do paciente e avaliação do grau de comprometimento muscular que foi classificada de acordo com a escala de evolução motora de House-Brackmann pelo período de 12 meses. Participaram do estudo 50 pessoas que representaram 9% dos internados na unidade. A etiologia predominante da paralisia facial foi vascular, com 88% dos casos de origem central. Foi observado padrão sazonal para a paralisia facial central com maior prevalência nos meses de abril à julho e paralisia facial periférica entre os meses de maio à julho. Diferentemente de outros estudos, não foi relatada queixa em relação à aparência. Apesar de existir encaminhamento à fisioterapia foi observada a necessidade de estabelecer um fluxograma para reabilitação dos pacientes durante o internamento e no pós-alta.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Katia Mayumi Konno, Universidade Federal do Paraná

http://lattes.cnpq.br/9632842827030510

Marise Bueno Zonta, Hospital das Clínicas - Universidade Federal do Paraná.

  1. Fisioterapeuta Doutora do Hospital de Clínicas - Universidade Federal do Paraná.

Hélio Afonso Ghizoni Teive, Hospital das Clínicas - Universidade Federal do Paraná.

Professor Assistente de Neurologia da Universidade Federal do Paraná.
Coordenador da Residência e do Setor de Distúrbios do Movimento, do Hospital de Ciências da UFPR.

Clynton Lourenço Corrêa, Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Professor Doutor Adjunto do curso de Fisioterapia da Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Downloads

Publicado

2014-10-01

Como Citar

Konno, K. M., Zonta, M. B., Teive, H. A. G., & Corrêa, C. L. (2014). PERFIL FUNCIONAL DA PARALISIA FACIAL EM UM HOSPITAL. Revista Pesquisa Em Fisioterapia, 4(2). https://doi.org/10.17267/rpf.v4i2.390

Edição

Seção

Artigos Originais