Terapia manual e exercícios de ampliação de canais versus fisioterapia convencional em estenose lombar - um protocolo de estudo

Autores

  • Priya Gaur Maharishi Markandeshwar Institute of Physiotherapy and Rehabilitation, Maharishi Markandeshwar (Deemed to be University), Mullana-Ambala, Haryana, India. 133207 http://orcid.org/0000-0001-7940-120X
  • Manu Goyal Maharishi Markandeshwar Institute of Physiotherapy and Rehabilitation, Maharishi Markandeshwar (Deemed to be University), Mullana-Ambala, Haryana, India. 133207 http://orcid.org/0000-0003-1618-1320
  • Gurjant Singh Maharishi Markandeshwar Institute of Physiotherapy and Rehabilitation, Maharishi Markandeshwar (Deemed to be University), Mullana-Ambala, Haryana, India. 133207 http://orcid.org/0000-0002-7421-8868

DOI:

https://doi.org/10.17267/2238-2704rpf.v11i3.3864

Palavras-chave:

Constriction. Exercise therapy. Lumbosacral region. Musculoskeletal manipulation. Physical therapy modalities.

Resumo

INTRODUÇÃO: A estenose do canal lombar (ECL) é conhecida como a razão bem estabelecida de dor e capacidade de marcha reduzida em pacientes com manifestações de parestesia e dor na parte inferior das costas, região glútea, coxa posterior e pernas, denominadas 'Claudicação Neurogênica' (NC). A terapia manual combinada com exercícios de alargamento do canal e fisioterapia convencional pode ser considerada na erradicação dos sintomas de dor e NC, melhorando assim a qualidade de vida. MÉTODOS E MATERIAIS: Pacientes com LCS com canal de diâmetro de 8-12 mm no nível de L e abaixo serão recrutados para este estudo por meio do método de randomização em Bloco. Eles serão randomizados em dois grupos de intervenção: grupos Terapia Manual e Alargamento dos Canais (MTCE) (n = 16) e Fisioterapia Convencional (Cp) (n = 16). O grupo MTCE receberá terapia manual e exercícios de alargamento do canal, enquanto o grupo Cp receberá apenas fisioterapia convencional. Ambos os grupos de intervenção receberão 3 dias de tratamento por semana durante 4 semanas. O questionário de deficiência de Oswestry modificado (MODI), diâmetro do canal ântero-posterior (AP), escala numérica de dor (NPRS) e distância de claudicação (CD) serão usados para a avaliação. O índice de deficiência de Oswestry modificado, diâmetro do canal AP, NPRS, distância de claudicação e SLR serão medidos no início e após a intervenção. DISCUSSÃO: Os resultados desta pesquisa ditarão a aplicabilidade da terapia manual com um protocolo de exercícios de alargamento do canal na dor e incapacidade funcional em pacientes com SCL. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2021-08-12

Como Citar

Gaur, P., Goyal, M., & Singh, G. (2021). Terapia manual e exercícios de ampliação de canais versus fisioterapia convencional em estenose lombar - um protocolo de estudo. Revista Pesquisa Em Fisioterapia, 11(3), 549–560. https://doi.org/10.17267/2238-2704rpf.v11i3.3864

Edição

Seção

Métodos & Protocolos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)