Efeitos da terapia cognitivo-comportamental em pacientes com fibromialgia: um estudo cego, randomizado e controlado

Autores

  • Arun Mozhi Associate Professor, Department of Physiotherapy, Sardar Bhagwan Singh University, Balawala, Dehradun, Uttarakhand 248161
  • Narkeesh Arumugam Department of Physiotherapy, Punjabi University, Patiala, Punjab, India.

DOI:

https://doi.org/10.17267/2238-2704rpf.v11i1.3309

Palavras-chave:

Fibromialgia. Liberação miofascial. Terapia Cognitivo Comportamental. Dor.

Resumo

INTRODUÇÃO: A fibromialgia (FM) é uma dor musculoesquelética de longa duração, que continua a ser uma entidade clínica problemática a nível mundial, o manejo desta condição é um desafio para os profissionais de saúde. Numerosas opções de tratamento individual estão disponíveis para melhorar os sintomas da fibromialgia, mas ainda falta um tratamento individualizado. Assim, neste estudo testamos tanto os efeitos individuais das técnicas fisioterapêuticas, quanto a combinação das técnicas de terapia cognitiva-comportamental e as técnicas de fisioterapia, se trariam alguma alteração nos sintomas da fibromialgia. OBJECTIVO: Para determinar o efeito combinado de terapia cognitiva-comportamental associada as técnicas de fisioterapia no manejo dos sintomas de fibromialgia. MÉTODOS: Este estudo experimental recrutados 60 participantes com diagnóstico de FM, com idade compreendidas entre 18-50 anos, de Dehradun, Índia. Foram divididos aleatoriamente em dois grupos: Fisioterapia integrada apenas, fisioterapia integrada e terapia cognitiva-comportamental por 12 semanas. Escala analógica visual, questionário de impacto da fibromialgia revisado, Índice de Depressão Beck, inquéritos de saúde-36 versão resumida, algômetro de pressão de dor, transtorno de ansiedade geral -7. Foram registados na linha de base, quatro semanas, oito semanas e doze semanas. RESULTADOS: Após três meses, uma melhora significativa (p <0,05) foi observada em todas as medidas de resultados da fisioterapia integrada e do grupo de terapia cognitiva-comportamental. CONCLUSÃO: A terapia cognitiva comportamental combinada com o tratamento de fisioterapia teve um efeito na redução da depressão, na deficiência e a melhoria na qualidade de vida na fibromialgia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Arun Mozhi, Associate Professor, Department of Physiotherapy, Sardar Bhagwan Singh University, Balawala, Dehradun, Uttarakhand 248161

Associate Professor,
Department of Physiotherapy,
Sardar Bhagwan Singh University,
Balawala,
Dehradun,
Uttarakhand 248161

Narkeesh Arumugam, Department of Physiotherapy, Punjabi University, Patiala, Punjab, India.

Department of Physiotherapy, Punjabi University, Patiala, Punjab, India.

Publicado

2021-01-14

Como Citar

Mozhi, A., & Arumugam, N. (2021). Efeitos da terapia cognitivo-comportamental em pacientes com fibromialgia: um estudo cego, randomizado e controlado. Revista Pesquisa Em Fisioterapia, 11(1), 40–49. https://doi.org/10.17267/2238-2704rpf.v11i1.3309

Edição

Seção

Artigos Originais