REVISÃO INTEGRATIVA SOBRE HIPERCIFOSE: ANÁLISE DOS TRATAMENTOS FISIOTERÁPICOS

Autores

  • Leandro Gomes Barbieri Instituto de Teologia Aplicada - INTA / Coordenador do Curso
  • Jemima Torres Gomes Acadêmica do curso de fisioterapia das faculdades INTA
  • Letícia Gomes Saraiva Acadêmica do curso de fisioterapia das faculdades INTA
  • Danielle Gonçalves Fernandes Vieira Barbieri Professora do curso de fisioterapia das faculdades INTA
  • Denis Frota Guimarães Professora do curso de fisioterapia das faculdades INTA

DOI:

https://doi.org/10.17267/2238-2704rpf.v4i1.330

Palavras-chave:

Hipercifose Torácica, Tratamento, Fisioterapia

Resumo

Introdução: A postura pode sofrer modificações ao longo do tempo perdendo a sua configuração original e a sua capacidade estrutural funcional fisiológica. Uma alteração bastante comum é a hipercifose
torácica. Esta deformidade ântero-posterior da coluna vertebral tem acometido indivíduos na fase de crescimento cada vez mais precocemente devido aos mais variados aspectos, como: psicológicos, traumáticos, congênitos, tecnológicos e de hábitos adquiridos. A fisioterapia pode contribuir reduzindo os danos causados por esta deformidade e melhorando a qualidade de vida do indivíduo portador desta afecção. Objetivo: Realizar um estudo de revisão integrativa visando comprovar a eficácia dos tratamentos fisioterápicos para a hipercifose torácica. Metodologia: Estudo realizado através de uma revisão de literatura integrativa, no período de agosto a setembro de 2012 na qual foram analisados os periódicos existentes na biblioteca das faculdades INTA. Foram selecionados os artigos que abordavam os tratamentos fisioterápicos para hipercifose torácica. Resultados: Dos 20 artigos encontrados sobre os tratamentos fisioterápicos da hipercifose, somente 7 artigos atenderam aos critérios de inclusão previamente estabelecidos. Dos artigos analisados o tratamento mais utilizado foi a técnica do Isostretching, sendo capaz de melhorar a capacidade funcional, melhora do alinhamento da coluna vertebral torácica independente do número de sessões, fazendo com que ocorra uma redução da angulação cifótica e melhora das retrações das cadeias musculares. Conclusão: Desta forma concluise que dentre os tratamentos utilizados a técnica de Isostretching, foi a que apresentou os melhores resultados e foi a mais utilizada. Entretanto ressalta-se que todos os tratamentos encontratos tiveram bons resultados.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Leandro Gomes Barbieri, Instituto de Teologia Aplicada - INTA / Coordenador do Curso

Fisioterapia, coordenador do Curso

Downloads

Publicado

2014-06-06

Como Citar

Barbieri, L. G., Gomes, J. T., Saraiva, L. G., Vieira Barbieri, D. G. F., & Guimarães, D. F. (2014). REVISÃO INTEGRATIVA SOBRE HIPERCIFOSE: ANÁLISE DOS TRATAMENTOS FISIOTERÁPICOS. Revista Pesquisa Em Fisioterapia, 4(1), 55–61. https://doi.org/10.17267/2238-2704rpf.v4i1.330

Edição

Seção

Revisões de Literatura