Alívio da dor em neonatos prematuros durante a aspiração de vias aéreas superiores comparando posicionamentos

Marimar Goretti Andreazza, Monica Nunes Lima Cat, Arlete Ana Motter, Regina Paula Guimaraens Vieira Cavalcante da Silva

Resumo


INTRODUÇÃO: Os recém-nascidos prematuros frequentemente passam por longos períodos internados em unidades de terapia intensiva neonatal. Nesses pacientes, a dor, resultado das intervenções intrusivas é motivo de preocupação das equipes multidisciplinares. OBJETIVO: Identificar a melhor intervenção para alívio da dor durante a aspiração de vias aéreas superiores, comparando posicionamento no ninho com contenção em cueiro. MÉTODO: Foi realizado um estudo do tipo Antes e Depois em recém-nascidos prematuros com menos de 32 semanas de idade gestacional ao nascimento e que necessitassem de aspiração de vias aéreas na primeira semana de vida. No Grupo Antes, os pacientes foram posicionados no ninho, e no Grupo Depois, permaneciam contidos com cueiro. O desenho do estudo permitiu que os pacientes fossem controles deles mesmos e participassem do estudo mais de uma vez, conforme a necessidade de aspiração. O estudo teve aprovação do Comitê de Ética em Pesquisa com Seres Humanos. RESULTADOS: Participaram 22 recém-nascidos prematuros que foram submetidos a 100 procedimentos de aspiração do trato respiratório. Conforme análise estatística dependente constatou-se que os indivíduos que haviam pontuado dor no momento em que estavam posicionados no ninho, passaram a não pontuar quando contidos, pela Neonatal Infant Pain Scale (p=0,001) e Premature Infant Pain Profile (p=0,01). Observou-se uma menor variação da frequência cardíaca no grupo contenção. CONCLUSÃO: A dor está presente na aspiração de secreções das vias aéreas. A frequência cardíaca variou percentualmente menos no grupo contenção. Os pacientes posicionados em contenção passaram a não pontuar escore positivo para dor.


Palavras-chave


Dor. Contenção facilitada. Neonatologia. Unidades de Terapia Intensiva Neonatal.

Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.17267/2238-2704rpf.v10i4.3270

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2020 Marimar Goretti Andreazza, Arlete Ana Motter, Monica Nunes Lima Cat, Regina Paula Guimaraens Vieira Cavalcante da Silva

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

A RPF foi indexada e/ou catalogada nas seguintes bases de dados:

                                                  

 

Revista Pesquisa em Fisioterapia | ISSN: 2238-2704

Site atualizado em 28/02/2018

Licença Creative Commons