ESTIMULAÇÃO ELÉTRICA NERVOSA TRANSCUTÂNEA NA DISMENORREIA PRIMÁRIA: UMA REVISÃO SISTEMÁTICA

Autores

  • Ludmila Santos da Silva Paulino
  • Alcina Teles Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública
  • Patrícia Lordêlo

DOI:

https://doi.org/10.17267/2238-2704rpf.v4i1.325

Palavras-chave:

Estimulação elétrica nervosa transcutânea, Dismenorreia. Revisão

Resumo

Objetivo: Analisar o efeito da TENS como tratamento para dismenorreia primária. Metodologia: Trata-se de uma revisão sistemática, na qual os artigos foram pesquisados na base de dados Medline e na biblioteca de busca Cochrane (de 1990 a abril de 2009) seguindo os seguintes critérios de inclusão: 1) mulheres com diagnóstico de dismenorreia primária sem associação com qualquer doença pélvica; 2) participantes com idade entre a primeira menstruação e 35 anos; 3) idioma inglês e português; 4) estudos com objetivo de analisar o efeito da TENS para tratamento da dismenorreia primária; 5) ensaios clínicos controlados ou não. A análise dos dados foi realizada a partir de uma tabela comparativa dos resultados dos trabalhos encontrados. Resultados: Dos 57 artigos identificados inicialmente, foram incluídos na pesquisa seis, sendo os outros excluídos pelo título, pelo ano de publicação, por serem artigos de revisão ou por não apresentarem os critérios de inclusão. Os artigos evidenciaram melhora no quadro álgico utilizando a TENS e se assemelharam quanto à amplitude de estimulação – de acordo com o limiar sensitivo da paciente; porém, não houve padronização quanto aos outros parâmetros: local da aplicação (região inferior das costas, glútea, suprapúbica, parassacral, T10-11, local de maior dor), largura de pulso (2 a 200 ?s), frequência (100 a 120Hz), tempo (20 minutos a oito horas consecutivas) e o número de sessões (1 sessão a 4 ciclos menstruais). Conclusão: O estudo evidenciou que a eletroestimulação transcutânea de alta frequência promove bons resultados clínicos na dismenorreia primária, apesar da ampla variação da sua forma de aplicação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ludmila Santos da Silva Paulino

Fisioterapeuta formada pela Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública

Alcina Teles, Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública

Fisioterapeuta na área de Uroginecologia e Obstetrícia.

Especialista em Ensino, Pesquisa e Extensão em Educação.

Mestranda em Tecnologias em Saúde.

Patrícia Lordêlo

Fisioterapeuta Doutora em Medicina e Saúde Humana, Professora Adjunta da Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública.

Downloads

Publicado

2014-06-06

Como Citar

Santos da Silva Paulino, L., Teles, A., & Lordêlo, P. (2014). ESTIMULAÇÃO ELÉTRICA NERVOSA TRANSCUTÂNEA NA DISMENORREIA PRIMÁRIA: UMA REVISÃO SISTEMÁTICA. Revista Pesquisa Em Fisioterapia, 4(1), 47–54. https://doi.org/10.17267/2238-2704rpf.v4i1.325

Edição

Seção

Revisões de Literatura

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>