Confiabilidade e validade concorrente da escala de mobilidade hospitalar em pacientes após acidente vascular cerebral

Iara Maso, Laísa Mascarenhas, Marina Makhoul, Lara Vasconcelos, Maiana Monteiro, Pedro Jesus, Jamary Oliveira Filho, Elen Beatriz Carneiro Pinto

Resumo


INTRODUÇÃO: A Escala de Mobilidade Hospitalar (EMH) avalia de forma específica a mobilidade de pacientes após AVC no ambiente hospitalar e em estudo prévio foi demonstrada a sua concordância interexaminadores, validade preditiva e a responsividade a mudanças na fase aguda. OBJETIVO: avaliar a validade concorrente da EMH e a sua confiabilidade ao ser aplicada através de entrevista. MATERIAIS E MÉTODOS: Trata-se de um estudo de validação, desenvolvido com pacientes internados em uma Unidade de AVC na cidade de Salvador-Bahia. Para avaliar a validade concorrente da EMH comparamos o seu escore com a pontuação da Escala de Rankin modificada utilizando o teste de Spearman. Ambas escalas foram aplicadas no quinto dia após o AVC pelo mesmo pesquisador, previamente treinado. Para avaliação da confiabilidade da EMH quando aplicada através de entrevista, a escala foi aplicada por dois examinadores em turnos diferentes, no mesmo dia. O primeiro examinador aplicou a escala através da observação do desempenho e o segundo examinador através de entrevista. Utilizamos para esta análise o Coeficiente de Correlação Intraclasse (CCI). RESULTADOS:  A pontuação total da EMH apresentou uma correlação positiva muito forte com a ERm (r=0,90) e também foi encontrada uma correlação significativa entre os subitens da EMH e a ERm.  Ao comparar a aplicação da EMH através da observação do desempenho e aplicação por entrevista, observamos uma excelente concordância interexaminadores (CCI > 0,90). CONCLUSÃO: A Escala de Mobilidade Hospitalar, projetada especificamente para pacientes após AVC, mostrou um alto grau de validade concorrente e se mostrou confiável quando aplicada através de entrevista.


Palavras-chave


Acidente vascular cerebral. Mobilização precoce. Confiabilidade. Estudos de validação.

Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.17267/2238-2704rpf.v10i3.3199

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2020 Iara Maso, Laísa Mascarenhas, Marina Makhoul, Lara Vasconcelos, Maiana Monteiro, Pedro Jesus, Jamary Oliveira-Filho, Elen Beatriz Pinto

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

A RPF foi indexada e/ou catalogada nas seguintes bases de dados:

                                                  

 

Revista Pesquisa em Fisioterapia | ISSN: 2238-2704

Site atualizado em 28/02/2018

Licença Creative Commons