Posição prona em pacientes em ventilação espontânea com insuficiência respiratória por COVID-19: relato de caso

Autores

  • Jorge Luis Motta Dos Anjos HOSPITAL GERAL ROBERTO SANTOS
  • Frederico Lopes Santos Junior Universidade Social da Bahia, Salvador, Ba -Brasil
  • Thiago Queiroz Pires Universidade Federal da Bahia, Salvador, Ba -Brasil
  • Gustavo Azevedo Rocha Hospital Tereza de Lisieux, Salvador, Ba -Brasil
  • Pedro Diogenes Freire Moreira Hospital Geral Roberto Santos, Salvador, Ba -Brasil
  • Andre Rodrigues Durães Hospital Geral Roberto Santos, Universidade Federal da Bahia

DOI:

https://doi.org/10.17267/2238-2704rpf.v10i3.3088

Palavras-chave:

COVID-19. Insuficiência respiratória. Decúbito ventral.

Resumo

INTRODUÇÃO: A Posição Prona (PP) geralmente é utilizada em casos de Insuficiência Respiratória Aguda (IRpA) grave, em pacientes com Síndrome da Angústia Respiratória Aguda (SARA) e em ventilação mecânica invasiva, com o objetivo de melhorar a oxigenação. Entretanto, pode ser útil em casos de IRpA leve secundária ao COVID -19 reduzindo a necessidade de ventilação mecânica invasiva e as complicações associadas ao ventilador. OBJETIVO: Descrever o relato de caso do uso da posição prona (PP) em pacientes em ventilação espontânea com Insuficiência Respiratória Leve secundária ao COVID-19. MÉTODO: Trata-se de um relato de caso de um paciente com diagnóstico de COVID-19, com IRpA leve, com dispneia, tosse, hipoxemia e dessaturação, que dentre as técnicas de tratamento utilizou um protocolo de posição prona por períodos de duas horas, duas vezes ao dia, durante todo o período de internação. RESULTADOS: O paciente apresentou hipoxemia (SPO2 -94% e PO2- 62,9), associada a dispneia (Borg 6) na admissão, tendo apresentado melhora na dispneia (Borg 4) e saturação na oximetria de pulso de 96% após 24 horas de início do protocolo.  Após 48 horas apresentou melhora gasométrica com valores e SPO2 e PO2 de 96,5% e 80,6 mmHg respectivamente. CONCLUSÃO: A posição prona em pacientes em ventilação espontânea, com insuficiência respiratória leve secundária ao COVID-19 é segura e pode ser utilizada como terapia adjuvante ao tratamento desse perfil de pacientes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2020-08-19

Como Citar

Dos Anjos, J. L. M., Santos Junior, F. L., Pires, T. Q., Rocha, G. A., Moreira, P. D. F., & Durães, A. R. (2020). Posição prona em pacientes em ventilação espontânea com insuficiência respiratória por COVID-19: relato de caso. Revista Pesquisa Em Fisioterapia, 10(3), 537–542. https://doi.org/10.17267/2238-2704rpf.v10i3.3088

Edição

Seção

Relatos de Caso

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>