Ensaio clínico randomizado: padrão ouro de desenhos experimentais - importância, vantagens, desvantagens e preconceitos

Autores

  • Neha Sharma Maharishi Markandeshwar University (Mullana)
  • Adarsh Kumar Srivastav Department of Neurological Physiotherapy, Maharishi Markandeshwar Institute of Physiotherapy and Rehabilitation, Maharishi Markandeshwar (Deemed to be University), Mullana-133207. Haryana. India
  • Asir John Samuel Department of Pediatric and Neonatal Physiotherapy, Maharishi Markandeshwar Institute of Physiotherapy and Rehabilitation, Maharishi Markandeshwar (Deemed to be University), Mullana-133207. Haryana, India.

DOI:

https://doi.org/10.17267/2238-2704rpf.v10i3.3039

Palavras-chave:

Viés. Grupo controle. Ensaio clínico randomizado. Desenhos de estudo.

Resumo

JUSTIFICATIVA: Ensaios clínicos randomizados (ECR) são o padrão ouro para desenho experimental de estudo ou ensaio clínico. Apenas por meio de uma investigação do tipo ECR é possível avaliar e demonstrar a relação de causa-e-efeito entre um conjunto de variáveis independentes e dependentes. O ECR adicionou vantagens em relação aos outros modelos experimentais, principalmente devido à presença de um grupo controle. Existem várias críticas à validade interna das pesquisas em saúde, incluindo preconceitos e desvantagens que são apontadas para seu descrédito. OBJETIVO: O objetivo do presente estudo é informar características, vantagens, desvantagens e desvios deste método científico. MATERIAL E MÉTODOS: Análise crítica de método científico com base em revisão narrativa da literatura. Foi consultada a base de dados Medline por meio dos portais PubMed e Scopus, sem data de início e até julho de 2020, para extração das informações relativas aos ECR. Apenas artigos de língua inglesa foram incluídos, usando as palavras-chave “estudo randomizado controlado”, “ensaio clínico randomizado”, “projeto experimental” e “estudo experimental”, intercaladas pelos operadores booleanos “AND ,” “OR” e “NOT”. Anais de conferências e resumos não foram considerados para a análise dos dados.  RESULTADOS: Dos ECR selecionados, foram extraídas características, vantagens, desvantagens, importância e vantagens dos controles em pesquisa, o princípio de equilíbrio, ensaios clínicos randomizados na população pediátrica, ECR na população geriátrica, ameaças à validade interna e medidas para minimização de viéses e preconceitos em ECR. CONCLUSÃO: Tópicos relevantes dos ECR foram explicados nesta revisão que devem guiar pesquisadores clínicos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Neha Sharma, Maharishi Markandeshwar University (Mullana)

ORCID - 0000-0003-1747-0415

Adarsh Kumar Srivastav, Department of Neurological Physiotherapy, Maharishi Markandeshwar Institute of Physiotherapy and Rehabilitation, Maharishi Markandeshwar (Deemed to be University), Mullana-133207. Haryana. India

Department of Neurological Physiotherapy, Maharishi Markandeshwar Institute of Physiotherapy and Rehabilitation, Maharishi Markandeshwar (Deemed to be University), Mullana-133207. Haryana. India

 

0000-0002-6808-0401

Asir John Samuel, Department of Pediatric and Neonatal Physiotherapy, Maharishi Markandeshwar Institute of Physiotherapy and Rehabilitation, Maharishi Markandeshwar (Deemed to be University), Mullana-133207. Haryana, India.

Department of Pediatric and Neonatal Physiotherapy, Maharishi Markandeshwar Institute of Physiotherapy and Rehabilitation, Maharishi Markandeshwar (Deemed to be University), Mullana-133207. Haryana, India.

 

0000-0003-1747-0415

Publicado

2020-08-26

Como Citar

Sharma, N., Srivastav, A. K., & Samuel, A. J. (2020). Ensaio clínico randomizado: padrão ouro de desenhos experimentais - importância, vantagens, desvantagens e preconceitos. Revista Pesquisa Em Fisioterapia, 10(3), 512–519. https://doi.org/10.17267/2238-2704rpf.v10i3.3039

Edição

Seção

Métodos & Protocolos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)