Parâmetros lineares da marcha de crianças com paralisia cerebral do tipo espástica: estudo de caso

Autores

DOI:

https://doi.org/10.17267/2238-2704rpf.v10i3.2992

Palavras-chave:

Paralisia cerebral. Marcha. Distúrbios motores. Fenômenos biomecânicos.

Resumo

INTRODUÇÃO: A paralisia cerebral (PC) ocorre devido lesão no sistema nervoso central, resultando em comprometimento funcional e alterações na marcha. OBJETIVO: verificar e descrever as variáveis lineares da marcha de crianças com paralisia cerebral do tipo espástica. MATERIAIS E MÉTODOS: participaram do estudo três crianças com idade entre seis e sete anos com paralisia cerebral do tipo espástica, GMFCS nível I e II, onde foi realizada a identificação do desempenho da função motora grossa por meio do Sistema de Classificação da Função Motora Grossa (GMFSC) com grau 3 e 4 de espasticidade em membros inferiores segundo a Escala Modificada de Ashworth (MAS). Para registro dos parâmetros lineares e organização dos dados foram utilizados o software livre CVMob e o método de análise de movimento MED - Movement Element Decomposition. RESULTADOS: Os valores encontrados para velocidade foram (0,64; 0,58; 0,96 m/s) comprimento do passo (0,34;0,36; 0,36 m) cadência (127; 118; 130 p/min). CONCLUSÃO: Foi verificada a diminuição das variáveis lineares da marcha para velocidade, comprimento do passo e cadência nas três crianças estudas. Apesar da dificuldade em obter amostra maior, os dados sugerem a necessidade de maior controle das variáveis da marcha de crianças com Paralisia cerebral do tipo espástica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Paula Hortência dos Santos Magalhães, Faculdade Estácio de Feira de Santana

Paula Hortencia Dos Santos Magalhães, Fisioterapeuta pela Faculdade Estácio de Feira de santana.

Joane Gabriela Souza Oliveira, Faculdade Estácio de Feira de Santana

Joane Gabriela Souza Oliveira, Fisioterapeuta pela Faculdade Estácio de Feira de santana.

Vitor Sotero dos Santos, Universidade Federal da Bahia

Vitor Sotero dos Santos, Fisioterapeuta pela Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública, Mestreado em Mecatronica pela Universidade federal da Bahia, Doutorado em Mecatronica pela Universidade Federal da Bahia.

Menilde Araújo Silva Bião, Faculdade Estácio de Feira de Santana

Menilde Araújo Silva Biãi, Fisioterapeuta,Doutoranda em Modelagem Computacional e Tecnologia Industrial no Centro Universitário SENAI CIMATEC. Docente de Graduação e Coordenadora da Comissão Própria de Avaliação - CPA na Faculdade Estácio de Feira de Santana. 

 

Publicado

2020-08-19

Como Citar

dos Santos Magalhães, P. H., Souza Oliveira, J. G., dos Santos, V. S., & Silva Bião, M. A. (2020). Parâmetros lineares da marcha de crianças com paralisia cerebral do tipo espástica: estudo de caso. Revista Pesquisa Em Fisioterapia, 10(3), 529–536. https://doi.org/10.17267/2238-2704rpf.v10i3.2992

Edição

Seção

Relatos de Caso