Efeitos da ofuroterapia no relaxamento e ganho de peso em recém-nascidos prematuros na unidade de cuidados neonatal

Autores

  • Gustavo Coringa de Lemos Universidade Federal Rural do Semi-Árido
  • Tatiana Vitória Costa de Almeida Universidade Potiguar
  • Mariana Mendes Pinto Universidade Potiguar
  • Ana Irene Carlos de Medeiros Universidade Federal do Ceará

DOI:

https://doi.org/10.17267/2238-2704rpf.v10i3.2953

Palavras-chave:

Humanização da Assistência. Recém-Nascido Prematuro. Neonatologia. Terapias Complementares. Hidroterapia.

Resumo

INTRODUÇÃO: Os métodos de banho humanizado são os mais indicados na assistência de recém-nascidos pré-termos (RNPT’s) de baixo peso, por proporcionar a estes uma melhor resposta adaptativa ao ambiente extrauterino, contribuindo para melhora na organização dos sistemas comportamentais, motores e fisiológicos, assim como no desenvolvimento saudável dessa população, através do relaxamento decorrente da imersão do corpo em água morna, evitando assim o gasto energético. OBJETIVO: Investigar os efeitos da ofuroterapia no relaxamento e ganho de peso de RNPT’s, clinicamente estáveis, admitidos em uma Unidade de Cuidados Intermediários Neonatais (UCIN). MÉTODO: Trata-se de um estudo quantitativo, de caráter descritivo e quase exploratório, com uma amostra de 10 recém-nascidos admitidos na UCIN Canguru, do Hospital Maternidade Almeida Castro, Mossoró/RN, Brasil. A população estudada, de baixo peso, foi submetida a 2 sessões semanais de aplicação do método, por 10 minutos em dias alternados. RESULTADOS: Não houve diferença significativa estatisticamente no ganho de peso (p=0,127). Nas variáveis hemodinâmicas, a população estudada apresentou aumento na frequência respiratória (FR) no dia 2 (p=0,028), e diminuição da temperatura corporal no dia 1 (p=0,014) e no dia 2 (p=0,005). Em relação a avaliação da dor, não houve diferenças significativas estatisticamente em ambos os dias. CONCLUSÃO: Apesar de ser observado o relaxamento proporcionado à população do estudo através da aplicação do método, não foram obtidos dados significativamente estatísticos que comprovem a relação entre o relaxamento proporcionado pela ofuroterapia e o ganho de peso dos RNPT’s estudados no presente estudo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Gustavo Coringa de Lemos, Universidade Federal Rural do Semi-Árido

Bacharel em Fisioterapia. Mestrando em Cognição, Tecnologias e Instituições pela Universidade Federal Rural do Semi-Árido.

Tatiana Vitória Costa de Almeida, Universidade Potiguar

Bacharel em Fisioterapia

Mariana Mendes Pinto, Universidade Potiguar

Bacharel em Fisioterapia. Mestranda em Biotecnologia em Saúde pela Universidade Potiguar. Coordenadora e Docente do curso de Fisioterapia da Universidade Potiguar.

Ana Irene Carlos de Medeiros, Universidade Federal do Ceará

Bacharel em Fisioterapia. Doutoranda em Ciências Médicas pela Universidade Federal do Ceará.

Publicado

2020-08-27

Como Citar

de Lemos, G. C., de Almeida, T. V. C., Pinto, M. M., & de Medeiros, A. I. C. (2020). Efeitos da ofuroterapia no relaxamento e ganho de peso em recém-nascidos prematuros na unidade de cuidados neonatal. Revista Pesquisa Em Fisioterapia, 10(3), 393–403. https://doi.org/10.17267/2238-2704rpf.v10i3.2953

Edição

Seção

Artigos Originais