Interferência da dupla tarefa no desempenho da marcha em indivíduos com doença de Parkinson

Autores

  • Felipe Roberto de Araújo Universidade Federal do Rio Grande do Norte
  • Denise S. de Araújo Universidade Federal do Rio Grande do Norte
  • Camila Lobo de Aguiar Gomes Universidade Federal do Rio Grande do Norte
  • Ana Loyse de Souza Medeiros
  • Afonson Luiz Medeiros Gondim
  • Roberta Oliveira Cacho
  • Enio Walker Azevedo Cacho

DOI:

https://doi.org/10.17267/2238-2704rpf.v10i2.2887

Palavras-chave:

Doença de Parkinson. Marcha. Dupla Tarefa.

Resumo

INTRODUÇÃO: A realização de duas tarefas de forma simultânea exige a capacidade de concentrar atenção e executar duas tarefas ao mesmo tempo. Em indivíduos com Doença de Parkinson as interferências podem ser ainda maiores, visto que esses indivíduos necessitam de um grau maior de atenção apenas para executar uma tarefa única, como no caso, a marcha. OBJETIVO: Analisar a interferência da dupla tarefa na marcha de pacientes com DP. MATERIAIS E MÉTODOS: Estudo observacional de caráter transversal, de natureza quantitativa. Cinco indivíduos com Doença de Parkinson, de ambos os sexos, participaram do grupo experimental; e cinco indivíduos saudáveis fizeram parte do grupo controle. Os participantes tiveram a marcha avaliada com e sem interferência cognitiva, utilizando: Escala de Equilíbrio de Berg; Índice Dinâmico da Marcha; teste de mobilidade funcional (Time Up and Go Test), Esteira Ergométrica e o Stroop Test adaptado para analfabetos. RESULTADOS: Quando comparados Grupo Experimental e Grupo Controle foram encontradas diferenças estatisticamente significantes nas condições de marcha com interferência de dupla tarefa (Dupla Tarefa Número e Dupla Tarefa Cor) nas variáveis de quantidade de acertos e amplitude de movimento. CONCLUSÃO: A dupla tarefa em pacientes com DP, interfere principalmente na função cognitiva, enquanto a função motora da marcha permanece parcialmente preservada.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Felipe Roberto de Araújo, Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Physiotherapist graduated from the Federal University of Rio Grande do Norte – UFRN, Faculty of Health Science at Trairi – FACISA, Riacho de Santana/RN

Camila Lobo de Aguiar Gomes, Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Physiotherapist, Master in Rehabilitation Sciences from the Federal University of Rio Grande do Norte – UFRN, Faculty of Health Science at Trairi – FACISA, Santa Cruz/RN

Roberta Oliveira Cacho

PhD Professor of the Physiotherapy course at the Federal University of Rio Grande do Norte – UFRN, Faculty of Health Science at Trairi – FACISA

Enio Walker Azevedo Cacho

PhD Professor of the Physiotherapy course at the Federal University of Rio Grande do Norte – UFRN, Faculty of Health Science at Trairi – FACISA

Publicado

2020-05-27

Como Citar

de Araújo, F. R., S. de Araújo, D., Lobo de Aguiar Gomes, C., de Souza Medeiros, A. L., Medeiros Gondim, A. L., Oliveira Cacho, R., & Azevedo Cacho, E. W. (2020). Interferência da dupla tarefa no desempenho da marcha em indivíduos com doença de Parkinson. Revista Pesquisa Em Fisioterapia, 10(2), 248–257. https://doi.org/10.17267/2238-2704rpf.v10i2.2887

Edição

Seção

Artigos Originais