ESTUDO COMPARATIVO ENTRE UM PROGRAMA DE EXERCÍCIO FÍSICO AERÓBIO E UM TREINAMENTO DE MEMÓRIA EPISÓDICA EM INDIVÍDUOS IDOSOS

Clynton Lourenço Correa, Gisele de Paula Vieira, Vernon Furtado da Silva

Resumo


Introdução: O avanço da idade repercute em declínio cognitivo, mas continua sendo um fenômeno heterogêneo. Na verdade, vários fatores extrínsecos parecem modular o impacto do envelhecimento sobre a cognição. Objetivo: Neste contexto, o presente estudo teve como objetivo, estudar os possíveis efeitos do treinamento de memória e do exercício aeróbio em idosos com queixa de déficit de memória. Método: Foi realizado um estudo experimental, cuja amostra foi composta por um montante de 30 idosos saudáveis, de ambos os gêneros, residentes na cidade de Cataguases - MG, com idades entre 60 a 70 anos, divididos em três grupos. Grupo 1, realizou exercício físico aeróbio (GEF); o grupo 2, realizou um treinamento de memória utilizando a técnica de categorização (GTM) e o grupo 3, grupo controle (GC) não realizou nenhuma intervenção. Resultados: No pós-teste tanto o GTM quanto o GEF obtiveram melhora no teste de figuras recordadas, contudo o GTM alcançou melhor desempenho na recordação de figuras, apresentando significância estatística na comparação pré e pós-teste. Conclusão: Conclui-se com o presente estudo que o treinamento de memória episódica para idosos saudáveis promove melhorias da habilidade mnemônica, assim como o exercício aeróbio contribui também para potencialização de tal habilidade.


Palavras-chave


Envelhecimento; Exercício aeróbico; Memória de curto prazo

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17267/2238-2704rpf.v3i2.284

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais



A RPF foi indexada e/ou catalogada nas seguintes bases de dados:

                                                  

 

Revista Pesquisa em Fisioterapia | ISSN: 2238-2704

Site atualizado em 28/02/2018

Licença Creative Commons