ESTIMULAÇÃO ELÉTRICA NEURAL PARA HIPERATIVIDADE VESICAL: UMA REVISÃO SISTEMÁTICA

Autores

  • Daniela Minas Correia Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública
  • Juliana Menezes Santos Escola Bahiana de Medicina e saúde Pública
  • Roseny Santos Ferreira Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública
  • Ubirajara Barroso Junior Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública
  • Patrícia Lordêlo Garboggini Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública

DOI:

https://doi.org/10.17267/2238-2704rpf.v3i2.277

Palavras-chave:

Estimulação elétrica, Hiperatividade vesical, Disfunção miccional, Pediatria

Resumo

Objetivo: Rever os estudos que utilizaram eletroestimulação no tratamento da hiperatividade vesical na infância. Metodologia: Trata-se de uma revisão sistemática. Os artigos foram pesquisados na base de dados Medline e na biblioteca de busca Cochrane (janeiro de 1990 a março de 2010), seguindo os critérios: 1) participantes com idades entre 0-17 anos; 2) participantes com diagnóstico de disfunção do trato urinário inferior do tipo hiperatividade vesical, não relacionados às anomalias congênitas ou doenças neurológicas; 3) idioma Inglês; 4) Tratamento pela estimulação elétrica neural. Resultados: Foram encontrados 11 artigos, sendo um randomizado Os artigos encontrados abordavam eletroestimulação percutânea no tibial posterior, estimulação elétrica neural (usar por extensoparassacral e associado a suprapúbica, além de dispositivos endoanal e anogenital. Os estudos demonstraram taxas de resolução, variando de 31 a 80% para a hiperatividade vesical, 25 a 84% e 13 a 84% para sintomas de urgência e incontinência, respectivamente. A recorrência da hiperatividade vesical variou de 10 a 25%. Conclusão:Este estudo mostrou quealiteratura, naáreadeinteresse,é escassaeasevidênciasparaa eficácia dousodaestimulação elétrica neural na disfunção do trato urinário na infância é de difícil conclusão.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2013-12-23

Como Citar

Correia, D. M., Santos, J. M., Ferreira, R. S., Junior, U. B., & Garboggini, P. L. (2013). ESTIMULAÇÃO ELÉTRICA NEURAL PARA HIPERATIVIDADE VESICAL: UMA REVISÃO SISTEMÁTICA. Revista Pesquisa Em Fisioterapia, 3(2). https://doi.org/10.17267/2238-2704rpf.v3i2.277

Edição

Seção

Revisões de Literatura