Perfil clínico e sucesso na extubação de pacientes pós cirurgia cardíaca

Autores

  • Clarissa Rodrigues de Assis
  • Cláudia Kist Fortino
  • Cristiane Aparecida Souza Saraiva
  • Luiz Felipe Frohlich
  • Racquel Evans da Silva
  • Sandra Omizzollo

DOI:

https://doi.org/10.17267/2238-2704rpf.v10i1.2619

Palavras-chave:

Desmame. Extubação. Procedimentos cirúrgicos cardiovasculares. Circulação extracorpórea. Unidades de Terapia Intensiva.

Resumo

INTRODUÇÃO: Pacientes submetidos à cirurgia cardíaca necessitam de ventilação mecânica invasiva após o procedimento cirúrgico. A extubação no pós-operatório quando bem-sucedida, está relacionada com menor tempo de internação, redução de custos e recursos utilizados e diminuição das taxas de morbimortalidade. OBJETIVO: Identificar o perfil e o número de reintubações de pacientes submetidos a cirurgias cardíacas. MATERIAIS E MÉTODOS: Estudo quantitativo, transversal retrospectivo, com coleta de dados secundários obtidos de prontuários eletrônicos em um Hospital Municipal da Região Metropolitana de Porto Alegre/RS. Foram incluídos 57 prontuários de pacientes submetidos a cirurgia cardíaca entre janeiro e dezembro de 2017 e excluídos aqueles com idade menor que 18 anos e/ou extubados previamente no bloco cirúrgico. RESULTADOS: A amostra foi composta por 22 mulheres (38,6%) e 35 homens (61,4%), com média de idade 61,60±12,33 anos. Foram realizadas 37 cirurgias de revascularização do miocárdio (64,9%), sendo sete destas associadas a troca valvar. Em relação ao desmame, 96,5% dos pacientes obtiveram sucesso na extubação, 77,2% ficaram um período menor que 24 horas em ventilação mecânica invasiva e 15,8% foram reintubados. A média de tempo de internação hospitalar foi de 22,77±17 dias e na Unidade de Terapia Intensiva de 8,53 dias, sendo que 80,7% dos pacientes tiveram alta desta unidade. CONCLUSÃO: A caracterização clínica, sociodemográfica e cirúrgica dos pacientes submetidos a cirurgia cardíaca se assemelha aos achados na literatura, uma prevalência de pacientes idosos e do sexo masculino e baixa taxa de reintubação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2020-02-18

Como Citar

de Assis, C. R., Fortino, C. K., Souza Saraiva, C. A., Frohlich, L. F., da Silva, R. E., & Omizzollo, S. (2020). Perfil clínico e sucesso na extubação de pacientes pós cirurgia cardíaca. Revista Pesquisa Em Fisioterapia, 10(1), 25–32. https://doi.org/10.17267/2238-2704rpf.v10i1.2619

Edição

Seção

Artigos Originais