Ventilação não invasiva profilática, desfechos e seus impactos – uma revisão sistemática

Helder Brito Duarte, Kristine Menezes Barberino Mendes, Álec Paraíso Pereira, Larissa Conceição Dias, Camilla de Souza Menezes

Resumo


INTRODUÇÃO: Ventilação Não Invasiva Profilática (VNIP) é uma modalidade de VNI aplicada a pacientes que foram eleitos para extubação, porém possui alto risco de falha. OBJETIVO: descrever e analisar populações favorecidas pela VNIP, impactos e desfechos. MÉTODO: Revisão sistemática, buscaram-se ensaios nas bases de dados PubMed, EMBASE e Cochrane Library com os seguintes critérios de inclusão: publicação nos últimos 20 anos, escrito em inglês, espanhol ou português; idade ≥ 18 anos; ventilação mecânica ≥ 48 horas; comparação da VNIP com terapia padrão. Critérios de exclusão: VNIP < 4 horas; e VNIP intermitente. RESULTADOS: Resultaram-se oito estudos. Os desfechos foram: reintubação, Insuficiência Respiratória Pós Extubação (IRPE), mortalidade e permanência na UTI. Características relevantes extraídas: uso de VNIP de resgate, níveis de PaCO2, pressão inspiratória máxima e índice de respiração rápida superficial. Os estudos relatam que a aplicação de VNIP em população heterogênea reduz o risco de desenvolver IRPE, porém parece não haver consistência referente à reintubação, mortalidade na UTI, permanência na UTI e hospitalar. Estes marcadores foram apresentados através de resultados controversos entre os estudos revisados. Em pneumopatas especificamente, VNIP parece não ter impacto direto em reintubação e permanência na UTI. CONCLUSÃO: Os estudos divergem sobre uso da VNIP em prevenir principais desfechos, mesmo em pneumopatas, porém, seu uso em evitar IRPE é positivo. Sendo assim, necessitam-se estudos em populações com melhor predisposição a sucesso na extubação para comprovar a eficácia da VNIP.

Palavras-chave


Ventilação não invasiva. Extubação. Insuficiência respiratória.

Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.17267/2238-2704rpf.v10i1.2602

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2019 Helder Brito Duarte, Kristine Menezes Barberino Mendes, Álec Paraíso Pereira, Larissa Conceição Dias, Camilla de Souza Menezes

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

A RPF foi indexada e/ou catalogada nas seguintes bases de dados:

                                                  

 

Revista Pesquisa em Fisioterapia | ISSN: 2238-2704

Site atualizado em 28/02/2018

Licença Creative Commons