A perda urinária é frequente em pacientes com Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC) atendidos ambulatorialmente

Carolina Correia da Silva, Júlia Ribeiro Santana, Vinícius Oliveira da Silva, Priscila Godoy Januário, Humberto França Ferraz de Oliveira, Aquiles Assunção Camelier, Fernanda Warken Rosa Camelier

Resumo


INTRODUÇÃO: A incontinência urinária (IU) é definida como qualquer perda involuntária de urina, sendo a tosse um fator de risco. A tosse é um sintoma frequente da Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC) podendo associar-se com a IU. OBJETIVO: Avaliar a frequência de perda urinária e o impacto da IU na qualidade de vida das pessoas com DPOC e caracterizar a presença de tosse. MATERIAL E MÉTODOS: Tratou-se de um estudo descritivo, realizado em pessoas com DPOC. A coleta dos dados foi realizada no Departamento de Ciências da Vida II/UNEB. Aplicou-se o International Consultation Incontinence Short-Form (ICIQ-SF) para avaliar a frequência de perda urinária e o King’s Health Questionnaire (KHQ) para o impacto na qualidade de vida. Os dados foram analisados no software SPSS (v.22.0), descritos em medida de tendência central, dispersão e proporções. Um p < 0,05 foi considerado estatisticamente significante. RESULTADOS: Das 30 pessoas avaliadas, a média da idade foi 66,7± 8,6 anos; desses 11 (36,7%) apresentaram queixa de IU, sendo sete (63,3%) mulheres. Entre esses a média de pontuação do ICIQ-SF foi de 5,9± 4,4. Vinte e oito participantes (93,3%) tinham tosse crônica. Analisando o KHQ, o domínio de maior impacto foi “percepção geral de saúde’’. CONCLUSÃO: A frequência de IU em pessoas com DPOC foi de 35,7% e a de tosse foi de 93,3%. Entre as pessoas com perda urinária, 36,7% referiram alguma interferência na vida diária. É importante incluir a avaliação da IU para ampliar o manejo clínico da condição de saúde dessas pessoas.

Palavras-chave


Incontinência urinária. Tosse. DPOC.

Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.17267/2238-2704rpf.v9i3.2487

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2019 Carolina Correia da Silva, Júlia Ribeiro Santana, Vinícius Oliveira da Silva, Priscila Godoy Januário, Humberto França Ferraz de Oliveira, Aquiles Assunção Camelier, Fernanda Warken Rosa Camelier

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

A RPF foi indexada e/ou catalogada nas seguintes bases de dados:

                                                  

 

Revista Pesquisa em Fisioterapia | ISSN: 2238-2704

Site atualizado em 28/02/2018

Licença Creative Commons