Protocolo de estudo para relatar a eficácia da terapia de realidade virtual em combinação com o protocolo de fisioterapia para melhorar o equilíbrio em amputados traumáticos de membros inferiores

Autores

  • Saravana Moorthy Physiotherapy Unit, JPN Apex Trauma Centre, All India Institute of Medical Sciences, New Delhi
  • Sushma Sagar Division of Trauma Surgery & Critical Care, JPN Apex Trauma Centre, All India Institutes of Medical Sciences, New Delhi-29, India.
  • Vivek Trikha Department of Orthopedic, JPN Apex Trauma Centre, All India Institutes of Medical Sciences, New Delhi-29, India.
  • Rajesh Sagar Department of Psychiatric, All India Institutes of Medical Sciences, New Delhi-29, India.
  • Chhavvi Sawhne Department of Anaesthesia, JPN Apex Trauma Centre, All India Institutes of Medical Sciences, New Delhi-29, India.
  • Kalaivani Kalaivani Department of Biostatistics, All India Institutes of Medical Sciences, New Delhi-29, India
  • Avinash Dargave Physiotherapy Unit, JPN Apex Trauma Centre, All India Institutes of Medical Sciences, New Delhi-29, India

DOI:

https://doi.org/10.17267/2238-2704rpf.v9i4.2477

Palavras-chave:

Análise ergonômica. Enfermagem. Centro cirúrgico. Riscos ocupacionais.

Resumo

OBJETIVO: Investigar os riscos ergonômicos e biomecânicos ocupacionais em profissionais da enfermagem no transporte de pacientes, no centro cirúrgico de um hospital público. METODOLOGIA: Estudo de caráter exploratório, observacional e descritivo. Para tanto, utilizou-se o Questionário Internacional da Atividade Física (IPAQ), que analisa diferentes contextos do cotidiano para estimar o tempo semanal gasto em caminhadas, atividades físicas de intensidade moderada, vigorosa e atividades passivas (tempo sentado). O Questionário Nórdico, possibilita a identificação de distúrbios osteomusculares nos 12 meses e 7 dias anteriores à entrevista. Permite também um diagnóstico do posto de trabalho pela sua relação com a prevalência do local e tempo do surgimento dos sintomas dolorosos. Além disso, aplicou-se a metodologia da Análise Ergonômica do Trabalho (AET). RESULTADOS: De acordo com a análise dos dados coletados participaram deste estudo 44 profissionais da enfermagem, 32 (72,7%) eram do gênero feminino e 13 (29,54%) do gênero masculino. Quando analisado a especialidade: 24 (54,5 %) eram auxiliares de enfermagem, técnicos de enfermagem correspondem à 14 (31,8 %) e Enfermeiros 6 (13,6 %). O questionário IPAQ demonstrou que 16 (35%), destes profissionais mantém-se ativos. Por meio da análise ergonômica do trabalho, as variáveis como, tipo de maca, condições de manutenção, tipo de anestesia, idade do paciente, entre outros, interferem em maiores ou menores esforços no transporte de pacientes. CONCLUSÃO: Desse modo, tornam-se necessárias a adoção de medidas preventivas que visem a melhoria do estado de saúde prevenindo complicações musculoesqueléticas no desempenho das atividades. Além de promover boas condições de trabalho aos profissionais no seu ambiente profissional, bem como  trazer benefícios ao hospital.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2019-11-28

Como Citar

Moorthy, S., Sagar, S., Trikha, V., Sagar, R., Sawhne, C., Kalaivani, K., & Dargave, A. (2019). Protocolo de estudo para relatar a eficácia da terapia de realidade virtual em combinação com o protocolo de fisioterapia para melhorar o equilíbrio em amputados traumáticos de membros inferiores. Revista Pesquisa Em Fisioterapia, 9(4), 524–531. https://doi.org/10.17267/2238-2704rpf.v9i4.2477

Edição

Seção

Métodos & Protocolos