Avaliação dos sintomas osteomusculares em praticantes de handebol de uma faculdade

Ebson Silva Braga, Francisco Valmor Macedo Cunha

Resumo


INTRODUÇÃO: Nos últimos anos está crescendo a quantidade de jovens atletas (jogadores de handebol). O handebol é uma modalidade esportiva de arremesso. Nele ocorre gesto rápido e complexo, dividido em fases diferentes como: progressão, armação do braço, passada, aceleração e desaceleração do braço. Portanto, o handebol é um esporte de alta intensidade composto por acelerações repetitivas que exige grande esforço das articulações, principalmente do ombro, onde os movimentos e posicionamentos podem gerar alto risco de lesões ligamentares, tendinosas e capsulares. OBJETIVO: avaliar a presença de sintomas osteomusculares desenvolvidos em praticantes de handebol. MATERIAL E MÉTODOS: Trata-se de estudo observacional no qual foi aplicado o Questionário Nórdico de Sintomas Osteomusculares em atletas de handebol da seleção de uma Faculdade Particular do Piauí a fim de avaliar as lesões mais prevalentes em jogadores de handebol. Foram incluídos os atletas com idade apartir de 18 anos, ativos e sem lesões no ato da pesquisa. Os dados foram analisados através de estatística descritiva com base nas frequências absolutas e relativas das queixas aprsentadas. RESULTADOS: As regiões com maior prevalência de queixas foram joelhos 10 (50%) seguido de 9 (45%) ombros. As regiões cujas lesões impossibilitaram a realização das atividades desportivas mais frequentemente foram 4 (20%) nas regiões ombros, quadris, joelhos, tornozelo por entorses ou torções. Havendo uma maior procura por atendimento especializado nos últimos meses de 5 (25%) em joelho e tornozelo. CONCLUSÃO: As regiões com maior frequência de acometimentos em praticantes de handball foram ombro, joelho e tornozelo.

Palavras-chave


Atletas. Esporte. Sintomas. Handebol. Distúrbios músculo-esqueléticos.

Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.17267/2238-2704rpf.v9i3.2427

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2019 Ebson Silva Braga, Francisco Valmor Macedo Cunha

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

A RPF foi indexada e/ou catalogada nas seguintes bases de dados:

                                                  

 

Revista Pesquisa em Fisioterapia | ISSN: 2238-2704

Site atualizado em 28/02/2018

Licença Creative Commons