Avaliação rápida de membros superiores (RULA): evidências de validade e confiabilidade na identificação da ergonomia do local de trabalho entre funcionários de bancos que usam computadores

Ajay Kumar, Surendra Kamath

Resumo


INTRODUÇÃO: Os distúrbios musculoesqueléticos (DME) representam uma das principais causas de lesões e incapacidades ocupacionais. Postura corporal inadequada durante a digitação é associada com MSDs entre os usuários de computador. RULA (avaliação rápida do membro superior) é um método de observação subjetiva da análise postural para uso em investigações ergonômicas de locais de trabalho onde distúrbios de membros superiores relacionados ao trabalho são relatados. Até o momento, não há dados disponíveis sobre confiabilidade e validade do RULA entre os funcionários do banco que usam computadores. OBJETIVO: Examinar a validade e confiabilidade de RULA entre os funcionários do banco usando computadores. MATERIAIS E MÉTODOS: Uma amostra de bancários foi recrutada pela técnica de amostragem aleatória simples para participar deste estudo de validade e confiabilidade. Todas as medidas antropométricas foram tomadas antes do início do estudo, incluindo idade, altura e peso. A validade concorrente do RULA foi estabelecida com o critério referenciado, Avaliação Rápida do Corpo Inteiro (REBA). O pesquisador principal registrou os dois escores do RULA e REBA para estimar a validade concorrente. A confiabilidade intraexaminador do RULA foi estabelecida pelo investigador principal em dois ensaios no mesmo grupo de participantes na mesma condição ambiental e nos mesmos tempos com um intervalo de 2 dias. A confiabilidade interavaliadores do RULA foi estabelecida pelo investigador principal e outro pesquisador no mesmo grupo de participantes com as mesmas condições ambientais e com um intervalo de 2 minutos. RESULTADO: Um total 301 participantes foram recrutados neste estudo, em que 170 participantes eram do sexo masculino, e outros 131 eram do sexo feminino. A atual validade concorrente do RULA com o critério de medida REBA é considerada boa, conforme medido pelo teste de correlação de postos de Spearman, ρ = 0,91 (p <0,001). A confiabilidade intra e interobservador do RULA é excelente com ICC = 0,92 (0,90-0,94) e 0,91 (0,89-0,93), respectivamente. CONCLUSÃO: A validade e confiabilidade do RULA foram estabelecidas entre os funcionários do banco usando computadores. Existe boa validade e excelente confiabilidade entre eles.


Palavras-chave


Ergonomia. Ergonomia no local de trabalho. Ergonomia musculoesquelética. Risco ergonômico. Musculoesquelético.

Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.17267/2238-2704rpf.v9i2.2320

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2019 Ajay Kumar, Surendra Kamath

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

A RPF foi indexada e/ou catalogada nas seguintes bases de dados:

                                                  

 

Revista Pesquisa em Fisioterapia | ISSN: 2238-2704

Site atualizado em 28/02/2018

Licença Creative Commons