Efeitos do ultrassom terapêutico no ingurgitamento mamário: estudo piloto

Fabiana Oliveira dos Santos, Jaimilene Moreira Fernandes, João Lucas Rodrigues dos Santos, Mariana Rocha Alves, Magda Mendes Vieira, Vinicius Dias Rodrigues

Resumo


INTRODUÇÃO: A amamentação constitui uma importante etapa no processo reprodutivo, oferecendo benefícios tanto para mãe como para a criança. O Ingurgitamento mamário é uma complicação que ocorre do terceiro ao quinto dia de pós-parto. O Ultrassom Terapêutico (UST) é amplamente utilizado, e consiste em um aparelho capaz de produzir energia acústica de alta frequência. OBJETIVO: verificar o efeito agudo do ultrassom no processo terapêutico do ingurgitamento mamário. METODOLOGIA: Estudo transversal, que avaliou a mama e classificou o ingurgitamento, além de realizar avaliação da dor e da percepção subjetiva das mamas.  Foi administrado o protocolo com ultrassom terapêutico na frequência de 1Mh, modo pulsado, intensidade/dose de 0,5w/cm2, ciclo ativo de 20% com tempo de aplicação de 02 minutos por Área de radiação efetiva (ERA). Após aplicação, a lactente foi submetida à amamentação e realizada nova avaliação das mamas. RESULTADOS: A amostra foi composta por 4 mulheres entre 20 e 30 anos com quadro de ingurgitamento mamário. O valor inicial do ingurgitamento mamário foi de 2 a mediana e a final foi de 1 a mediana.  Em relação a dor mamária, inicialmente foi de 5 mediana e a final 2 a mediana. Em todos os casos analisados houve melhora na dor, na disponibilidade do leite e no aspecto de ingurgitamento da mama. CONCLUSÃO: O ultrassom terapêutico se mostrou eficaz na redução da dor, no aumento da disponibilidade do leite e na melhora do enrijecimento característico do ingurgitamento mamário.


Palavras-chave


Ingurgitamento mamário. Ultrassom terapêutico. Mamas. Aleitamento.

Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.17267/2238-2704rpf.v9i2.2274

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2019 Fabiana Oliveira dos Santos, Jaimilene Moreira Fernandes, João Lucas Rodrigues dos Santos, Mariana Rocha Alves, Magda Mendes Vieira, Vinicius Dias Rodrigues

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

A RPF foi indexada e/ou catalogada nas seguintes bases de dados:

                                                  

 

Revista Pesquisa em Fisioterapia | ISSN: 2238-2704

Site atualizado em 28/02/2018

Licença Creative Commons