Eficácia da acupuntura no manejo da fadiga relacionada com o tratamento antineoplástico do câncer de mama: uma revisão sistemática

Ana Carolina Moraes Costa, Alena Peixoto Medrado

Resumo


INTRODUÇÃO: O câncer de mama é o câncer mais prevalente entre as mulheres em todo o mundo. Semelhante à quimioterapia, o tratamento antineoplásico está associado a muitos efeitos colaterais, sendo o cansaço um dos mais comuns. É importante investigar possíveis tratamentos, especialmente alternativas não farmacológicas, para controlar os sintomas que afetam diretamente a qualidade de vida das mulheres. OBJETIVO: O objetivo deste estudo foi fornecer evidências científicas para verificar à eficácia da acupuntura no manejo da fadiga em pacientes com câncer de mama. MÉTODOS: Este estudo envolveu uma revisão sistemática baseada na metodologia Preferred Reporting Items for Systematic Reviews e Meta-Analysis (PRISMA). Ensaios clínicos randomizados publicados em revistas científicas indexadas foram compilados. A pesquisa bibliográfica foi realizada utilizando as bases de dados eletrônicas, PubMed, PEDro e BIREME, utilizando os descritores “câncer de mama”, “fadiga”, “acupuntura” e “ensaio randomizado”. Os critérios de inclusão incluíram artigos on-line totalmente disponíveis que foram classificados como ensaios clínicos randomizados publicados de 2012 a 2017 em inglês ou português. A elegibilidade dos estudos baseou-se na estratégia PICO, onde a População representou mulheres com câncer de mama e idade entre 18-65 anos, a Intervenção foi a acupuntura, o Controle compreendeu o uso de medidas de cuidado padrão ou acupuntura “sham” e o desfecho foi o desenvolvimento de fadiga. A escala de qualidade PEDro e o escore definido no WebQualis foram usados para avaliar os artigos e os periódicos. RESULTADOS: No total, 66 artigos foram selecionados, mas apenas quarto preencheram todos os critérios de inclusão, totalizando uma amostra de 620 mulheres. Todos os estudos avaliaram o efeito da acupuntura na fadiga e outros sintomas relacionados ao tratamento do câncer de mama com diferentes durações de tratamento. Três artigos relataram resultados estatisticamente significativos, e todos os artigos descreveram melhora clínica da fadiga após a aplicação da acupuntura. A média do escore da escala PEDro foi  6.25. Todos os artigos foram publicados em periódicos estrangeiros e o Web Qualis variou de B2 to A1. CONCLUSÃO: Evidências científicas confirmam a eficácia da acupuntura no manejo da fadiga relatada por mulheres com câncer de mama. A acupuntura foi eficaz na redução da fadiga nos estudos selecionados para esta revisão.


Palavras-chave


Terapia por Acupuntura. Revisão Sistemática. Fadiga. Neoplasias da Mama.

Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.17267/2238-2704rpf.v9i2.2248

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2019 Ana Carolina Moraes Costa, Alena Peixoto Medrado

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

A RPF foi indexada e/ou catalogada nas seguintes bases de dados:

                                                  

 

Revista Pesquisa em Fisioterapia | ISSN: 2238-2704

Site atualizado em 28/02/2018

Licença Creative Commons