Eficácia da acupuntura no manejo da fadiga relacionada com o tratamento antineoplástico do câncer de mama: uma revisão sistemática

Ana Carolina Moraes Costa, Alena Peixoto Medrado

Resumo


INTRODUÇÃO: O câncer de mama é o câncer mais prevalente entre as mulheres em todo o mundo. Semelhante à quimioterapia, o tratamento antineoplásico está associado a muitos efeitos colaterais, sendo o cansaço um dos mais comuns. É importante investigar possíveis tratamentos, especialmente alternativas não farmacológicas, para controlar os sintomas que afetam diretamente a qualidade de vida das mulheres. OBJETIVO: O objetivo deste estudo foi fornecer evidências científicas para verificar à eficácia da acupuntura no manejo da fadiga em pacientes com câncer de mama. MÉTODOS: Este estudo envolveu uma revisão sistemática baseada na metodologia Preferred Reporting Items for Systematic Reviews e Meta-Analysis (PRISMA). Ensaios clínicos randomizados publicados em revistas científicas indexadas foram compilados. A pesquisa bibliográfica foi realizada utilizando as bases de dados eletrônicas, PubMed, PEDro e BIREME, utilizando os descritores “câncer de mama”, “fadiga”, “acupuntura” e “ensaio randomizado”. Os critérios de inclusão incluíram artigos on-line totalmente disponíveis que foram classificados como ensaios clínicos randomizados publicados de 2012 a 2017 em inglês ou português. A elegibilidade dos estudos baseou-se na estratégia PICO, onde a População representou mulheres com câncer de mama e idade entre 18-65 anos, a Intervenção foi a acupuntura, o Controle compreendeu o uso de medidas de cuidado padrão ou acupuntura “sham” e o desfecho foi o desenvolvimento de fadiga. A escala de qualidade PEDro e o escore definido no WebQualis foram usados para avaliar os artigos e os periódicos. RESULTADOS: No total, 66 artigos foram selecionados, mas apenas quarto preencheram todos os critérios de inclusão, totalizando uma amostra de 620 mulheres. Todos os estudos avaliaram o efeito da acupuntura na fadiga e outros sintomas relacionados ao tratamento do câncer de mama com diferentes durações de tratamento. Três artigos relataram resultados estatisticamente significativos, e todos os artigos descreveram melhora clínica da fadiga após a aplicação da acupuntura. A média do escore da escala PEDro foi  6.25. Todos os artigos foram publicados em periódicos estrangeiros e o Web Qualis variou de B2 to A1. CONCLUSÃO: Evidências científicas confirmam a eficácia da acupuntura no manejo da fadiga relatada por mulheres com câncer de mama. A acupuntura foi eficaz na redução da fadiga nos estudos selecionados para esta revisão.


Palavras-chave


Terapia por Acupuntura. Revisão Sistemática. Fadiga. Neoplasias da Mama.

Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.17267/2238-2704rpf.v9i2.2248

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2019 Ana Carolina Moraes Costa, Alena Peixoto Medrado

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Revista Pesquisa em Fisioterapia | ISSN: 2238-2704

Site atualizado em 28/02/2018

Licença Creative Commons