Adaptação cardiovascular no Teste de Caminhada dos Seis Minutos em pacientes com DPOC: estudo transversal

Autores

  • José Reinaldo Oliveira Silva
  • Julia Ribeiro Santana
  • Carolina Correia da Silva
  • Daniel França Seixas Simões
  • Aquiles Assunção Camelier
  • Fernanda Warken Rosa Camelier

DOI:

https://doi.org/10.17267/2238-2704rpf.v9i1.2224

Palavras-chave:

Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica. Frequência cardíaca. Dessaturação de oxigênio. Teste de Caminhada dos Seis Minutos.

Resumo

OBJETIVO: Avaliar o comportamento da adaptação cardiovascular e da saturação periférica de oxigênio em indivíduos com DPOC submetidos no teste de caminhada dos seis minutos (TC6). MATERIAL E MÉTODOS: Trata-se de um estudo de corte transversal, que foram incluídas pessoas com diagnóstico de DPOC, confirmado pela espirometria e de ambos os sexos. A magnitude de sintomas foi avaliada pela escala de dispneia Medical Research Council (MRC) e questionário COPD Assessment Test (CAT). Aplicou-se o TC6 para avaliar a tolerância ao esforço. Para mensurar a frequência cardíaca máxima (FC máx) prevista para a idade foram utilizadas equações específicas para população brasileira. RESULTADOS: Avaliou-se 34 indivíduos com DPOC, 20 (58,8%) homens; relação VEF1/CVF foi 56,7% ± 10,2% pós broncodilatador (BD). Quatorze 14 (41,2%) indivíduos apresentaram impacto clínico moderado; 16 (47,2%) dos avaliados apresentou grau 2 na escala do MRC. As médias das distâncias percorridas no primeiro e segundo TC6 foram 383,5 ± 13,6; 408,6 ± 85,7 metros, correspondendo a 70, 75%; 75,10% em relação ao valor previsto (p=0,001). As médias da FC máx ao final do primeiro e segundo TC6, foram 94,1 ± 21,9; 92,3 ± 17,9 bpm e a FC pós percentual da FC máx prevista pré e pós TC6 foram 61,1% ± 17,7%; 59,7% ± 21,5% e 14 (41,2%) pacientes apresentaram dessaturação de O2 no primeiro TC6; 9 (26,5%) no segundo teste. CONCLUSÕES: Pacientes com DPOC, apresentam aumento da FC identificado pelo esforço submáximo, por meio do percentual da FC max. Indivíduos com maior comprometimento da função pulmonar apresentaram dessaturação de O2.


Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2019-02-01

Como Citar

Silva, J. R. O., Santana, J. R., da Silva, C. C., Seixas Simões, D. F., Camelier, A. A., & Camelier, F. W. R. (2019). Adaptação cardiovascular no Teste de Caminhada dos Seis Minutos em pacientes com DPOC: estudo transversal. Revista Pesquisa Em Fisioterapia, 9(1), 56–66. https://doi.org/10.17267/2238-2704rpf.v9i1.2224

Edição

Seção

Artigos Originais

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)