Condições de saúde e trabalho entre cuidadores de idosos frágeis

Autores

  • Luana Catiele Silva Vaz Universidade Federal da Bahia
  • Kionna Oliveira Bernardes Santos
  • Daniel Dominguez Ferraz

DOI:

https://doi.org/10.17267/2238-2704rpf.v8i3.1987

Palavras-chave:

Cuidadores. Idoso. Idoso fragilizado. Dor musculoesquelética.

Resumo

INTRODUÇÃO: A presença de problemas físicos e de saúde contribuem para que os idosos se tornem dependentes do auxílio de cuidadores para a realização das atividades básicas e instrumentais da vida diária. OBJETIVO: Avaliar as condições de saúde e de trabalho de cuidadores de idosos frágeis usuários do Centro de Referência Estadual de Atenção à Saúde do Idoso (CREASI). MÉTODOS: Estudo observacional de corte transversal realizado no CREASI.  Participaram do estudo 41 cuidadores. Foram coletadas informações sobre os aspectos sociodemográficos, atividade de cuidador, saúde do cuidador, sobrecarga doméstica e foi avaliada a frequência de dores musculoesqueléticas através do questionário Nórdico dos Sintomas Musculoesqueléticos (NMQ). RESULTADOS: A maioria dos participantes eram mulheres, filhas/os, informais, com idade 48,8 (±14,5) anos, 44% dos participantes possuíam ensino médio completo, 95,1% estavam satisfeitos com a atividade de cuidar do idoso e 87,8% não possuíam curso de capacitação. A alta sobrecarga doméstica foi observada em 51,2% dos cuidadores e 50% possuíam doenças crônicas degenerativas. De acordo com o NMQ, 46,34% relataram dor lombar e 26,83% dor na coluna dorsal. CONCLUSÃO: Foi possível observar um excesso de atividades realizadas pelo cuidador que quando acumuladas causam sobrecargas físicas e sintomas dolorosos pelo corpo, o que pode comprometer a atividade do cuidado e a saúde do cuidador. Assim, a formação em cuidador de idoso pode ser uma alternativa para evitar riscos a sua saúde como a do idoso cuidado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2018-09-17

Como Citar

Vaz, L. C. S., Oliveira Bernardes Santos, K., & Ferraz, D. D. (2018). Condições de saúde e trabalho entre cuidadores de idosos frágeis. Revista Pesquisa Em Fisioterapia, 8(3), 319–329. https://doi.org/10.17267/2238-2704rpf.v8i3.1987

Edição

Seção

Artigos Originais

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)