Influência da prática de futsal amador na força muscular do assoalho pélvico

Autores

  • Letícia Wollmann Universidade de Santa Cruz do Sul
  • Cássia da Luz Goulart Universidade Federal de São Carlos http://orcid.org/0000-0001-8731-689X
  • Kamila Mohammad Kamal Mansour Universidade de Santa Cruz do Sul http://orcid.org/0000-0001-6025-1870
  • Taís Marques Cerentini Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre http://orcid.org/0000-0002-7300-4032
  • Lisiane Lisboa Carvalho Universidade de Santa Cruz do Sul
  • Ana Cristina Sudbrack Universidade de Santa Cruz do Sul

DOI:

https://doi.org/10.17267/2238-2704rpf.v8i3.1981

Palavras-chave:

Atletas. Força muscular. Diafragma da pelve. Saúde da mulher. Futebol.

Resumo

INTRODUÇÃO: há poucas informações sobre o impacto do treinamento intenso de bola na biomecânica dos músculos do assoalho pélvico em atletas de futsal. OBJETIVO: avaliar a influência da prática de futsal amador na força muscular do assoalho pélvico. MATERIAIS E MÉTODOS: Estudo observacional descritivo, transversal, de natureza quantitativa, com atletas amadores de futsal. Aplicou-se um questionário sobre o histórico ginecológica e prática esportiva. O exame físico com um perineômetro demonstrou contração muscular através da Escala de Sauer. RESULTADOS: Idade média de 27,0 ± 4,1 anos, índice de massa corporal 23,9 ± 3,3 kg / cm2, atletas com função regular do assoalho pélvico (n = 8,80%), tempo de contração da musculatura do assoalho pélvico de 9,2 ± 1,6s tempo de jogo de 18,4 ± 4,9. Encontramos uma associação moderada entre o tempo de contração dos músculos do assoalho pélvico versus tempo de jogo (r=-0,653; p=0,040) e esse achado foi ratificado por uma análise de regressão linear simples, onde há uma influência de 36% da prática de futsal na força dos músculos do assoalho pélvico. CONCLUSÃO: Há influência direta da prática de futsal amador na força de contração dos músculos do assoalho pélvico. É essencial enfatizar a importância dos músculos do assoalho pélvico nesses atletas, uma vez que a fraqueza muscular é um fator predisponente para a presença de sintomas de perda urinária.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2018-09-17

Como Citar

Wollmann, L., Goulart, C. da L., Mansour, K. M. K., Cerentini, T. M., Carvalho, L. L., & Sudbrack, A. C. (2018). Influência da prática de futsal amador na força muscular do assoalho pélvico. Revista Pesquisa Em Fisioterapia, 8(3), 313–318. https://doi.org/10.17267/2238-2704rpf.v8i3.1981

Edição

Seção

Artigos Originais

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)