Comparação de custos em diferentes processos de abastecimento de materiais de fisioterapia respiratória em um hospital público de porte extra

Autores

  • Cássio Stipanich Divisão de Fisioterapia, Instituto Central, Hospital das Clínicas HCFMUSP, Faculdade de Medicina, Universidade de Sao Paulo, São Paulo, SP, BR. Rua Dr. Ovídio Pires de Campos, 255, Cerqueira César, São Paulo - SP, 05403-000.
  • Juliana Barbosa Goulardins 1Divisão de Fisioterapia, Instituto Central, Hospital das Clínicas HCFMUSP, Faculdade de Medicina, Universidade de Sao Paulo, São Paulo, SP, BR. Rua Dr. Ovídio Pires de Campos, 255, Cerqueira César, São Paulo - SP, 05403-000. 2Universidade Nove de Julho, São Paulo, SP, Brasil. Rua Vergueiro, 235/249 - Liberdade, São Paulo - SP, 01504-000.
  • Marion Medeiros Divisão de Fisioterapia, Instituto Central, Hospital das Clínicas HCFMUSP, Faculdade de Medicina, Universidade de Sao Paulo, São Paulo, SP, BR. Rua Dr. Ovídio Pires de Campos, 255, Cerqueira César, São Paulo - SP, 05403-000.
  • Francisca Maria Divisão de Fisioterapia, Instituto Central, Hospital das Clínicas HCFMUSP, Faculdade de Medicina, Universidade de Sao Paulo, São Paulo, SP, BR. Rua Dr. Ovídio Pires de Campos, 255, Cerqueira César, São Paulo - SP, 05403-000.
  • Clarice Tanaka Divisão de Fisioterapia, Instituto Central, Hospital das Clínicas HCFMUSP, Faculdade de Medicina, Universidade de Sao Paulo, São Paulo, SP, BR. Rua Dr. Ovídio Pires de Campos, 255, Cerqueira César, São Paulo - SP, 05403-000.

DOI:

https://doi.org/10.17267/2238-2704rpf.v8i2.1927

Palavras-chave:

Desinfecção. Esterilização. Custos hospitalares. Custos e análise de custo. Administração de materiais no hospital.

Resumo

INTRODUÇÃO: Todos os anos, milhões de dólares são gastos para equipar e manter os centros de esterilização hospitalar no mundo. Materiais de terapia respiratória são essenciais para o suporte de vida e têm um grande impacto nas complicações clínicas. Fornecer materiais de terapia respiratória com higiene apropriada em um hospital é um desafio para os gestores devido ao impacto clínico e de custos. OBJETIVO: Comparar os custos de diferentes métodos de abastecimento de materiais de fisioterapia respiratória em um hospital geral, de porte extra, terciário e público. MÉTODOS: Consistiu em um estudo observacional, baseado em revisão documental e análise crítica de indicadores de gestão hospitalar, e analisou materiais utilizados em fisioterapia respiratória, classificados como semicríticos, incluindo ressuscitador manual, nebulizador, kit para pressão positiva contínua nas vias aéreas, circuito ventilatório para ventilação mecânica não invasiva e invasiva. RESULTADOS: Comparado ao processo de aquisição de materiais descartáveis, o processo de abastecimento no Centro de Material e Esterilização (CME) institucional gera uma economia anual com valores calculados em US$ 289.679,26; em comparação com o CME terceirizado, o processo de suprimento no CME institucional economiza um montante de US$ 257.041,11 por ano. CONCLUSÃO: Este foi o primeiro estudo brasileiro a realizar uma análise de custos nesse contexto. O processo de abastecimento com a higienização de materiais de fisioterapia respiratória na CME-INST mostrou-se mais vantajoso com menores custos quando comparado ao processo de abastecimento com higienização na CME-EXT ou custo de aquisição de MD. A economia anual estimada considerando o consumo médio mensal neste estudo ultrapassou US$ 250.000,00. A análise de custos detalhada fornece informações cruciais e pode permitir uma melhor gestão financeira.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2018-05-11

Como Citar

Stipanich, C., Goulardins, J. B., Medeiros, M., Maria, F., & Tanaka, C. (2018). Comparação de custos em diferentes processos de abastecimento de materiais de fisioterapia respiratória em um hospital público de porte extra. Revista Pesquisa Em Fisioterapia, 8(2), 230–238. https://doi.org/10.17267/2238-2704rpf.v8i2.1927

Edição

Seção

Artigos Originais

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)