Análise do desenvolvimento neuropsicomotor em crianças com síndrome pós–zika vírus: um estudo transversal

Autores

  • Monique Ornellas de Almeida Avelino Faculdade Social da Bahia
  • Priscila Correia da Silva Ferraz Faculdade de Tecnologias e Ciências e Faculdade Social da Bahia

DOI:

https://doi.org/10.17267/2238-2704rpf.v8i2.1799

Palavras-chave:

Zika vírus. Síndrome pós-zika. Desenvolvimento infantil.

Resumo

INTRODUÇÃO: No Brasil, a epidemia ocasionada pelo Zika Vírus gerou aumento de casos de microcefalia, caracterizando que mulheres infectadas durante o período gestacional transmitiram o vírus ao feto. As consequências da infecção pelo vírus são caracterizadas como síndrome pós Zika, evidenciadas através da microcefalia associada, ou não, às alterações visuais, auditivas e osteomioarticulares, podendo ser reversíveis ou permanentes. OBJETIVO: Detectar atrasos no desenvolvimento neuropsicomotor em crianças acometidas no período pré-natal pelo Zika Vírus através da infecção materna. MATERIAIS E MÉTODOS: Estudo observacional, de corte transversal e análise descritiva, com crianças que foram infectadas pelo Zika Vírus através da genitora durante período gestacional, pertencentes à Associação de Pais de Anjos da Bahia, sendo os participantes submetidos à avaliação com o teste de Denver II e seus responsáveis entrevistados por meio de um questionário semiestruturado. Estudo aprovado sob CAAE: Faculdade de Tecnologia e Ciências da cidade de Salvador, Bahia, com parecer de número 2.064.548 sob CAAE 64655616.2.0000.5032, aprovado em 15 de maio de 2017. RESULTADOS: Foram avaliadas 8 crianças, 5(62,5%) do sexo feminino, com uma média de idade de 1,8±0,11 anos e perímetro cefálico de 29,5±1,5 centímetros. Houve predomínio de diagnóstico de Zika das gestantes no primeiro trimestre (37,5%). Das comorbidades associadas 7 (87,5%) alteração osteomioarticular, 5(62,5%) história prévia de convulsão. Disfunções: 5(62,5%) comprometimento visual e 1(12,5%) déficit auditiva. CONCLUSÃO: É possível constatar que crianças com síndrome pós-Zika apresentam atrasos no desenvolvimento neuropsicomotor com preponderância no aspecto motor grosseiro do teste de Denver II.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Monique Ornellas de Almeida Avelino, Faculdade Social da Bahia

Graduanda de Fisioterapia. Faculdade Social da Bahia, Salvador, Bahia, Brasil. monique.ornellas@hotmail.com.

Priscila Correia da Silva Ferraz, Faculdade de Tecnologias e Ciências e Faculdade Social da Bahia

Mestre em Bioenergia, Especialista em Fisioterapia Pediátrica e Neonatal, Fisioterapeuta da Faculdade de Tecnologias e Ciências e Faculdade Social da Bahia, Salvador, Bahia, Brasil. pris_correia@hotmail.com.

Publicado

2018-05-22

Como Citar

Ornellas de Almeida Avelino, M., & Correia da Silva Ferraz, P. (2018). Análise do desenvolvimento neuropsicomotor em crianças com síndrome pós–zika vírus: um estudo transversal. Revista Pesquisa Em Fisioterapia, 8(2), 147–154. https://doi.org/10.17267/2238-2704rpf.v8i2.1799

Edição

Seção

Artigos Originais