ATIVIDADES FUNCIONAIS E NÍVEL DE DEPENDÊNCIA EM IDOSOS LONGEVOS RESIDENTES EM DOMICÍLIO

Daniela de Souza Pinto, Marta Moreira Novais, Rahab Vieira Prates, Sara Vilas Bôas, Claudinéia Matos de Araújo, Luciana Araújo dos Reis

Resumo


Introdução: As alterações que ocorrem no organismo do indivíduo idoso com o avançar da idade tornam os mesmos mais propícios a desenvolverem dependência funcional. Objetivo: Avaliar as atividades funcionais e nível de dependência em idosos longevos residentes em domicílio. Métodos: Trata-se de um estudo analítico com delineamento transversal e abordagem quantitativa realizado com 117 idosos longevos do município de Jequié-BA. As variáveis analisadas foram: sociodemográficas (sexo, idade e escolaridade), condições de saúde (dor, doenças, atividades básicas e instrumentais de vida diária) e desempenho motor (teste de equilíbrio, flexibilidade/mobilidade, sentar e levantar e caminhada), o projeto foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa (CAAE nº 16450513.6.0000.0055). Aplicou-se análise estatística descritiva e o Teste de Kruskal-Wallis, sendo adotado um p-valor <0,005. Resultados: Verificou-se diferença estatística significativa entre as variáveis equilíbrio, atividades básicas de vida diária (p=0,001) e atividades instrumentais de vida diária (p=0,001); e entre o teste sentar/levantar com AIVD (p=0,024). Conclusão: Pode-se concluir que o comprometimento das atividades básicas e instrumentais de vida diária influencia no comprometimento do equilíbrio.


Palavras-chave


envelhecimento, atividade motora; atividades cotidianas

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17267/2238-2704rpf.v7i3.1500

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Daniela de Souza Pinto, Marta Moreira Novais, Rahab Vieira Prates, Sara VilasBôas Bôas, Claudinéia Matos de Araújo, Luciana Araújo dos Reis

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

A RPF foi indexada e/ou catalogada nas seguintes bases de dados:

                                                  

 

Revista Pesquisa em Fisioterapia | ISSN: 2238-2704

Site atualizado em 28/02/2018

Licença Creative Commons