FISIOTERAPIA EM UNIDADES DE EMERGÊNCIA: UMA REVISÃO SISTEMÁTICA

Autores

  • André Luiz Cordeiro
  • Tiane Greice Lima

DOI:

https://doi.org/10.17267/2238-2704rpf.v7i2.1360

Palavras-chave:

Fisioterapia, Emergências, Assistência ambulatorial

Resumo

Introdução: A emergência é o ambiente de entrada do paciente crítico ou potencialmente crítico na rede hospitalar. O fisioterapeuta, por muito tempo, foi um prestador de assistência para a equipe da emergência; porém, hoje, em alguns serviços, ele é componente fundamental dessa equipe. A inserção do fisioterapeuta nas equipes de emergência ainda não está consolidada dependendo da necessidade de cada serviço. Objetivo: Descrever o papel do fisioterapeuta nas unidades de emergência (UE). Metodologia: Tratou-se de uma revisão sistemática, onde foram analisados seis artigos científicos. Foram utilizados como referências, publicações nas línguas inglesas, espanhola e portuguesa, contidas nas seguintes bases de dados eletrônicos: MEDLINE (Pubmed), LILACS e SciELO. Resultados: O fisioterapeuta emprega todos os métodos e técnicas disponíveis, dentro da sua área de atuação, no processo de melhora do paciente e análise dos resultados obtidos na terapêutica. A influência da inserção do fisioterapeuta nas UE sobre o tempo de internação hospitalar em pacientes com lesões musculoesqueléticas periféricas, agravos cardiovasculares e respiratórios mostra uma redução do tempo de permanência desses pacientes sem presença de efeitos adversos. Porém, existe ainda uma incerteza sobre a regulamentação e são necessárias ações políticas e educacionais para esclarecer e apoiar esta área de prática clínica, baseado em evidencias clínicas apropriadas. Conclusão: A abordagem fisioterapêutica em UE está associada com diminuição da necessidade de internação hospitalar, aumento da satisfação do paciente e diminuição do quadro álgico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2017-05-29

Como Citar

Cordeiro, A. L., & Greice Lima, T. (2017). FISIOTERAPIA EM UNIDADES DE EMERGÊNCIA: UMA REVISÃO SISTEMÁTICA. Revista Pesquisa Em Fisioterapia, 7(2), 276–281. https://doi.org/10.17267/2238-2704rpf.v7i2.1360

Edição

Seção

Revisões de Literatura

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)