BENEFÍCIOS DO TREINAMENTO RESISTIDO EM IDOSOS COM ALZHEIMER: REVISÃO NARRATIVA DE LITERATURA

Autores

  • Wellington Belchior Barbosa Universidade Federal de São Paulo
  • Vania Fernanda Clemente Agner Universidade Federal de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.17267/2238-2704rpf.v6i4.1084

Palavras-chave:

Idoso, Alzheimer, Força Muscular

Resumo

Introdução: Com o crescente aumento da população de idosos cresce também as doenças neurológicas degenerativas, como a Doença de Alzheimer (DA). A DA acarreta declínios cognitivos, déficit de equilíbrio, perdas na força muscular e nas funções físicas, resultando em perda de qualidade de vida. Sabe-se atualmente que o exercício físico, na modalidade resistido, é uma intervenção que ameniza as perdas cognitivas e motoras no processo de envelhecimento. Objetivo: Verificar os possíveis benefícios do treinamento resistido em idosos com DA. Materiais e Métodos: Revisão narrativa de literatura, com busca nas bases de dados: Pubmed, Lilacs, e Bireme, com as palavras “strenght exercise”, “exercise training”, “resistance training”, “strength training” e “muscle strength associados a “Alzheimer”. Resultados: Foram encontrados 241 artigos, dos quais foram selecionados 10. Para as variáveis: Atividade de Vida Diária, Atividades Instrumentais de Vida Diária e Qualidade de Vida ainda são inconclusivos os benefícios do treinamento resistido. O treinamento combinado, contendo exercícios de força, caminhada, flexibilidade equilíbrio e agilidade, apresenta benefícios para o aumento na força muscular, melhoras no equilíbrio, função cognitiva e função física (capacidade de caminhar, subir e descer escadas, sentar e levantar) em idosos com DA. Conclusão: Estudos mais confiáveis, com metodologia sistemática e avaliação de risco de viés, precisam ser realizados para afirmar os benefícios descritos e padronizar intensidade, duração, volume de exercícios resistidos em idosos com DA.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Wellington Belchior Barbosa, Universidade Federal de São Paulo

Educador Físico, Especialista em  Fisiologia do Exercício aplicada à Clínica, Universidade Federal de São Paulo, campus Baixada Santista

Vania Fernanda Clemente Agner, Universidade Federal de São Paulo

Fisioterapeuta, Mestre pelo Programa Interdisciplinar em Ciências da Saúde e professora da Especialização em Saúde do Idoso: abordagem Interdisciplinar, na Universidade Federal de São Paulo, campus Baixada Santista.

Downloads

Publicado

2016-11-25

Como Citar

Barbosa, W. B., & Agner, V. F. C. (2016). BENEFÍCIOS DO TREINAMENTO RESISTIDO EM IDOSOS COM ALZHEIMER: REVISÃO NARRATIVA DE LITERATURA. Revista Pesquisa Em Fisioterapia, 6(4). https://doi.org/10.17267/2238-2704rpf.v6i4.1084

Edição

Seção

Revisões de Literatura

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)