OSTEOPOROSE: UMA ANÁLISE FISIOPATOLÓGICA VOLTADA PARA OS PROFISSIONAIS DA ENFERMAGEM

Autores

  • Lailla Thayse Macedo Farias Graduanda do curso de Enfermagem da Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública.
  • Cristiana da Costa Libório Lago Docente do curso de Enfermagem da Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública.
  • Jorge Clarêncio Docente do curso de Enfermagem da Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública.

DOI:

https://doi.org/10.17267/2317-3378rec.v4i2.646

Palavras-chave:

Osteoporose, Fatores de risco, Assistência de Enfermagem

Resumo

A osteoporose é um distúrbio osteometabólico em que a ressorção é maior que a deposição, resultando em matriz óssea total reduzida e ossos mais frágeis devido à redução da densidade mineral. O objetivo deste estudo foi revisar a fisiopatologia da osteoporose, a fim de subsidiar a atuação dos profissionais de enfermagem de modo preventivo e terapêutico. Trata-se de um estudo de revisão de literatura de natureza descritiva. Realizou-se levantamento bibliográfico nas bases de dados Scielo, LILACS e MEDLINE, compreendidas no período de 2001 a 2015. Resultando em 29 publicações, nos idiomas português, inglês e alemão. A osteoporose afeta predominantemente mulheres brancas, pós-menopausa, não-obesas e com histórico familiar da doença. A baixa ingestão de cálcio e vitamina D, tabagismo, bebida alcoólica e cafeína em excesso estão associadas ao distúrbio. A densitometria óssea é utilizada como exame padrão. Entretanto, a ultrassonometria óssea de calcâneo é um método eficiente e barato para detecção precoce. O tratamento é realizado por meio da suplementação de cálcio e vitamina D, drogas anti-reabsortivas e/ou anabólicas e atividades físicas. Os cuidados da enfermagem envolvem a promoção da saúde, identificação das pessoas em risco de osteoporose, reconhecimento de problemas associados, instrução do paciente quanto à suplementação de cálcio e vitamina D e prevenção de lesões espontâneas decorrentes da osteoporose. O conhecimento da fisiopatologia da osteoporose capacita o profissional da enfermagem para atuar de forma mais integrada tanto na prevenção, através da identificação dos fatores de risco, como também no tratamento multidisciplinar.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2016-03-08

Como Citar

Farias, L. T. M., Libório Lago, C. da C., & Clarêncio, J. (2016). OSTEOPOROSE: UMA ANÁLISE FISIOPATOLÓGICA VOLTADA PARA OS PROFISSIONAIS DA ENFERMAGEM. Revista Enfermagem Contemporânea, 4(2). https://doi.org/10.17267/2317-3378rec.v4i2.646

Edição

Seção

Estudos de Revisão: Sistemática ou Integrativa (apenas)