A RELAÇÃO DA FAMÍLIA COM CRIANÇAS HOSPITALIZADAS NA UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA NEONATAL COM A EQUIPE DE ENFERMAGEM

Autores

  • Júlia Martins Azevedo Maia Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública
  • Larissa Barbas da Silva Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública
  • Evelyn de Andrade Santiago Ferrari Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública

DOI:

https://doi.org/10.17267/2317-3378rec.v3i2.336

Palavras-chave:

Unidades de Terapia Intensiva Neonatal, Unidades de Terapia Intensiva Pediátrica, Família, Enfermagem

Resumo

O processo de internação em uma unidade de terapia intensiva neonatal é uma situação bastante delicada e frágil tanto para a família quanto para o recém-nascido, surgindo sentimentos indesejáveis e angustiantes. O estudo trata de uma pesquisa bibliográfica do tipo integrativa, realizado no período de 2003 a 2013, que tem por objetivo identificar como acontece a relação da equipe de enfermagem com a família de crianças hospitalizadas na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal. Os dados foram analisados em três categorias: a família vivenciando o processo de internação; a interação entre equipe de enfermagem e família; a família inserida no cuidado ao recém-nascido hospitalizado. Os resultados apontam a importância da equipe de enfermagem em aproximar a família na participação do cuidado ao neonato através do acolhimento, sendo um dos principais métodos em iniciar uma assistência humanizada. Assim, é necessário o estabelecimento de uma comunicação efetiva entre a equipe de enfermagem e a família, preservando a singularidade de cada criança. O estudo evidenciou que a participação da família no cuidado humanizado ao recém-nascido é ainda um tema que precisa receber uma atenção maior. A equipe de enfermagem não só deve incluir a família na sua assistência, como também se sensibilizar e enfrentar as dificuldades em inseri-la no cuidado ao RN, sempre em busca de conhecimentos teóricos que auxiliem nas mudanças necessárias.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Júlia Martins Azevedo Maia, Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública

Graduanda em Enfermagem

Larissa Barbas da Silva, Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública

Graduanda em Enfermagem

Evelyn de Andrade Santiago Ferrari, Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública

Enfermeira. Especialista em Enfermagem. Docente de Enfermagem da Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública

Downloads

Publicado

2014-12-22

Como Citar

Maia, J. M. A., da Silva, L. B., & Ferrari, E. de A. S. (2014). A RELAÇÃO DA FAMÍLIA COM CRIANÇAS HOSPITALIZADAS NA UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA NEONATAL COM A EQUIPE DE ENFERMAGEM. Revista Enfermagem Contemporânea, 3(2). https://doi.org/10.17267/2317-3378rec.v3i2.336

Edição

Seção

Estudos de Revisão: Sistemática ou Integrativa (apenas)

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)