CONTRIBUIÇÕES DA TERAPIA COGNITIVO-COMPORTAMENTAL NOS CUIDADOS PALIATIVOS

Autores

  • Martha Moreira Cavalcante Castro Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública
  • Cristina Linhares Barroso Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública

DOI:

https://doi.org/10.17267/2317-3394rpds.v1i1.48

Palavras-chave:

Cuidado Paliativo, Terapia Cognitivo-Comportamental, Tratamento

Resumo

O cuidado paliativo é definido como cuidar do controle efetivo da dor e de outros sintomas, presentes em pessoas que têm doenças graves sem possibilidade de cura. A dor, enquanto sintoma físico e o sofrimento resultante da ameaça de perda do eu, imposta pela doença. Esta se relaciona à sua história de vida, às suas crenças e medos: da solidão, do desconhecido, da separação de quem se ama, de interromper planos e sonhos traçados ao longo da vida. Tantos outros medos se apresentam no curso do adoecimento, favorecem respostas de tensão e dificuldades de manter qualidade na vida.  A experiência do adoecimento é muito difícil não só para o paciente, mas também para seus familiares, amigos, cuidadores e equipe de saúde envolvida em seu tratamento. Devido à complexidade do cuidado dos pacientes e familiares, é necessária uma equipe multiprofissional para o adequado controle dos sintomas. A Terapia Cognitivo-Comportamental tem se mostrado um instrumento bastante eficaz no tratamento desses doentes, com a utilização de técnicas de avaliação dos aspectos sensitivos, afetivos e comportamentais; escalas de avaliação da dor e incapacidade; atitudes encorajadoras; psicoeducação e estratégias de alívio, de tensão e ansiedade que são treinadas com os sujeitos atendidos e seus familiares. É no alívio de quadros álgicos intensos e no acolhimento do sofrimento do paciente e sua família que consiste a resignificação e redirecionamento da sua vida apesar da doença

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Martha Moreira Cavalcante Castro, Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública

Doutora em Medicina e Saúde; Psicóloga Clínica e Hospitalar. Professora da Graduação e Pós Graduação da Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública

Cristina Linhares Barroso, Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública

Mestre em Psicologia. Professora da Graduação e Pós Graduação da Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública

Downloads

Publicado

2012-12-02

Como Citar

Moreira Cavalcante Castro, M., & Linhares Barroso, C. (2012). CONTRIBUIÇÕES DA TERAPIA COGNITIVO-COMPORTAMENTAL NOS CUIDADOS PALIATIVOS. Revista Psicologia, Diversidade E Saúde, 1(1). https://doi.org/10.17267/2317-3394rpds.v1i1.48

Edição

Seção

Artigos Originais