Apoio Matricial e Saúde Mental: relato das potencialidades e desafios no fazer do NASF por uma psicóloga em uma Residência Multiprofissional em Saúde da Família

Autores

  • Nara Fróis De Oliveira Nogueira Universidade Federal do Recôncavo da Bahia Fundação Estatal de Saúde da Família
  • Cecília de Santana Mota Residência Multiprofissional em Saúde da Família, Fundação Estatal de Saúde da Família. Salvador, Bahia, Brasil. csmota27@yahoo.com.br (ORCID 0000-0003-1174-9765).
  • Dhara Santana Teixeira Residência Multiprofissional em Saúde da Família, Fundação Estatal de Saúde da Família. Salvador, Bahia, Brasil. dharateixeira@gmail.com (ORCID 0000-0002-9963-5617).

DOI:

https://doi.org/10.17267/2317-3394rpds.v10i3.3750

Palavras-chave:

Estratégia de Saúde da Família. Saúde Mental. Atenção Básica. Política de saúde.

Resumo

INTRODUÇÃO: Uma das principais ferramentas do NASF-AB é o Apoio Matricial (AM), sendo uma estratégia de organização do trabalho, buscando a integração de equipes de referência e equipe especializada. Por ser uma estratégia essencial para o desenvolvimento de um cuidado integral é que temáticas como a Saúde Mental têm sido incluídas nas ações desenvolvidas na AB. Nesse sentido, o apoio matricial em saúde mental deve propiciar que os profissionais de referência possam qualificar a produção de cuidado em SM. OBJETIVO: Refletir sobre as potencialidades e desafios vivenciados na prática de apoio matricial em saúde mental na AB a partir da experiência de uma psicóloga do NASF em uma Residência Multiprofissional em Saúde. METODOLOGIA: A prática descrita neste artigo refere-se a um estudo qualitativo, do tipo relato de experiência, onde buscou-se refletir sobre as atividades desenvolvidas ao longo do período de dois anos em uma Residência Multiprofissional em Saúde. Foram utilizados como fonte de dados escritos em portfólios e diários de campo da autora. RESULTADOS: Foram desenvolvidas ações que propiciaram a aproximação entre a equipe com as discussões relacionadas a Luta Antimanicomial, consultas compartilhadas e construção de PTS. Ao longo do processo de trabalho foi interessante perceber a apropriação dos profissionais na equipe de referência na condução das ações em saúde mental, demonstrando o papel essencial do AM para efetivar a clínica ampliada. CONCLUSÃO: O percurso traçado neste relato permite refletir sobre a importância de se estender e consolidar o cuidado em saúde mental na AB, promovendo mudanças importantes na lógica de atenção.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Nara Fróis De Oliveira Nogueira, Universidade Federal do Recôncavo da Bahia Fundação Estatal de Saúde da Família

ORCID 0000-0002-7742-1108

Publicado

2021-09-10

Como Citar

Nogueira, N. F. D. O., Mota, C. de S., & Teixeira, D. S. (2021). Apoio Matricial e Saúde Mental: relato das potencialidades e desafios no fazer do NASF por uma psicóloga em uma Residência Multiprofissional em Saúde da Família. Revista Psicologia, Diversidade E Saúde, 10(3). https://doi.org/10.17267/2317-3394rpds.v10i3.3750

Edição

Seção

Relatos de Experiência