Apoio social relacionado ao uso de drogas entre universitários

Vítor de Morais Alves Evangelista, Aline Kadooka, Maria Laura Nogueira Pires, Elizabeth Piemonte Constantino

Resumo


O objetivo da presente pesquisa foi determinar a prevalência do uso de drogas psicoativas e investigar a sua associação com as redes de apoio social entre universitários. Os dados foram coletados por meio da aplicação de um questionário multidimensional em 227 universitários. Os resultados indicam que embora mais da metade já tenham consumido algum tipo de substância ilícita na vida, os índices de apoio social se mantiveram altos em todas as dimensões. Contudo, aqueles que estão expostos ao baixo apoio afetivo estão mais propensos ao uso moderado/alto de álcool e maconha, assim como aqueles que não possuem parentes com quem conversar possuem mais chances de usar álcool ou usar maconha. Outro dado importante consiste no fato de que estudantes que não possuem ou não praticam sua religião possuem mais chances de fazer uso de álcool.


Palavras-chave


Estudantes universitários. Drogas. Apoio social.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17267/2317-3394rpds.v9i2.3031

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2020 Vítor de Morais Alves Evangelista, Aline Kadooka, Maria Laura Nogueira Pires, Elizabeth Piemonte Constantino

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Esta revista foi indexada e/ou catalogada nas seguintes bases de dados: 

                              

 

Revista Psicologia, Diversidade e Saúde | ISSN: 2317-3394

Site atualizado em 13/12/2018

Licença Creative Commons